Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Frio faz amor de torcedores argentinos por Messi ficar escondido

Torcedores defendem melhor do mundo na seleção, mas abertura da Copa América contra Bolívia será gelada

Marcel Rizzo e Paulo Passos, enviados iG a La Plata |

AP
Messi representa a esperança da torcida argentina voltar a comemorar um título
O frio de cinco graus de La Plata (cidade a 60 km de Buenos Aires) escondeu o amor quer os torcedores argentinos tem por Messi . Sim, porque apesar de especialistas avaliarem como ruim até agora a campanha do melhor do mundo com a camisa da Argentina, a torcida o idolatra. Não importa que ele nunca atuou profissionalmente na Argentina, que só seja ídolo no Barcelona , da Espanha, ou que não tenha feito gols na última Copa do Mundo. Na abertura da Copa América, na noite desta sexta-feira, no Estádio Único, contra a Bolívia, só os cinco graus impediram as camisas 10 desfilarem pelo estádio.

“Deixei minha camisa em casa. Não viria por baixo, o frio não deixa. Mas Messi é ídolo e vai conquistar essa Copa América para a Argentina”, disse Raúl Eyres.

Os argentinos estão carentes de título, já que não levantam uma taça desde 1993, uma Copa América no Equador. A comparação de Maradona com Messi, para Eyres, é desnecessária, pois ambos jogam em épocas diferentes. Mas ele lembra: “Maradona, antes de 86, recebia as mesmas críticas de Messi que não jogava nada pela seleção. E depois deu no que deu”, disse, lembrando o título da Copa do Mundo do 1986, no México.

Como esta sexta-feira é um dia normal na Argentina, o acesso ao estádio estava tranqüilo até três horas antes da partida. Uma boa sinalização levava os torcedores aos portões de entrada corretos. Muitas crianças, mulheres e idosos entre os torcedores, o que afastou um dos temores, a violência.

Tudo isso depois de os torcedores do River Plate destruírem os arredores do estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, por causa do rebaixamento. Foram deslocados para trabalhar dentro do Único e fora dele mais de 1.600 policiais.

Ás 20h30 (de Brasília) acontecerá a cerimônia de abertura, com show da cantora brasileira Ivete Sangalo, que cantará ao lado de Diego Torres o tema desta Copa América, a “Creo em América”, (Acredito na Copa América). Todos os 33 mil ingressos foram vendidos.

Leia tudo sobre: futebol mundialcopa américa 2011argentinamessi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG