Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fred minimiza reunião e afirma que nunca fugiu do pau

Capitão disse que conversa foi rotineira e que não correu da imprensa no desembarque do Fluminense

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Sem os titulares, Enderson Moreira comandou um coletivo entre reservas e o time de juniores, nesta sexta-feira, nas Laranjeiras, na reapresentação do Fluminense após a derrota de 2 a 0 para o Nacional, em Montevidéu. Mas em tempos de crise, isso é o que menos importa, e o que realmente chamou a atenção da imprensa foi a reunião que durou cerca de 50 minutos entre o elenco tricolor e a comissão técnica.

Segundo o capitão Fred, a conversa foi rotineira, nada teve a ver com o mau momento da equipe e teve como foco a derrota para o Nacional e jogo de domingo, contra o Americano, decisivo para as pretensões do clube no Campeonato Carioca. Mas esse não era o assunto que o atacante queria abordar. Chateado por ter sido acusado de fugir da imprensa no desembarque da delegação tricolor, o capitão do Fluminense desabafou.

Photocamera
Fred na coletiva desta sexta-feira
“Não é verdade que sai por trás e corri da imprensa. Nunca tive problema com isso. Nos momentos mais difíceis quem mais fala sou eu. É até natural isso, pois sou o capitão e assumo a responsabilidade. Quando eu estou bem, prefiro colocar a molecada pra falar. O que aconteceu foi que na porta do desembarque uma senhora da Federal me chamou para me apresentar umas amigas que eram minhas fãs e fiquei batendo papo por uns 15 a 20 minutos. Fiquei muito tempo no free shop também e aí ela me sugeriu que saísse por uma porta lateral que sairia em frente do ônibus”, deu sua versão dos fatos o jogador.

Um tanto irritado, diferentemente do habitual, o atacante disse ainda que as vezes prefere não falar por estar de cabeça quente e que não é obrigado a dar entrevistas quando não se sente à vontade.

“Eu tenho o direito de não querer falar, não tenho obrigação. Falo quando quiser. E não corro da imprensa e vocês sabem disso. Quem coloca isso e fica inventando essas coisas é muito maldoso. Quando li tudo isso hoje (sexta-feira) até me assustei. Chega a ser falta de respeito, pois eu nunca fugi do pau”, desabafou o atacante.

Quando o assunto foi apenas futebol, Fred admitiu que o time não está jogando bem, mas defendeu Conca e afirmou que o problema é coletivo e não individual.

“Eu defendo que o Conca é craque. Ele decide os jogos para a gente. Eu reconheço que a equipe não está jogando bem, mas o problema não é individual. Quando um ou dois jogadores não estão jogando, os outros oitos, nove, carregam o time, e isso não está acontecendo. Nosso problema é coletivo e sempre vai ser”, afirmou Fred.
 

Leia tudo sobre: Campeonato carioca 2011FluminenseFred

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG