Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fred já marcou quatro vezes pelo Fluminense contra o Botafogo

Apesar de ter marcado quatro vezes contra o time de Joel Santana, adversário é o que mais incomoda o atacante.

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Dos três adversários cariocas, o Botafogo é aquele que traz as melhores recordações a Fred. Em quatro jogos contra o rival, quatro gols marcados, duas vitórias, um empate e apenas uma derrota. Já contra Vasco e Flamengo, o artilheiro do Carioca, com oito gols, jamais balançou as redes com a camisa do Fluminense. Mas ao mesmo tempo em que se acostumou a marcar contra o time de General Severiano, é justamente contra a equipe de Joel Santana que o jogador tem mais dificuldades em jogar.

“Realmente eu fiz bastante gols contra o Botafogo, mas é uma das equipes que eu sinto mais dificuldades de enfrentar. É um time que joga muito fechado, têm jogadores que marcam muito forte e eles sempre destacam alguém, quase sempre o Fael, para ficar em cima de mim”, explicou o jogador.

Talvez por isso Fred afirme que o clássico do próximo domingo será a grande prova de fogo do Fluminense na temporada até o momento.

“Será uma partida muito complicada. É um clássico, o Botafogo tem um ataque muito forte com o Loco Abreu, que é um jogador de referência, e que tem o melhor saldo de gols da competição. Estamos vivendo um ótimo momento, mas temos que ter muita atenção no nosso sistema defensivo”, alertou o artilheiro.

Mas não é só o ataque do Botafogo que preocupa Fred. Um dos preferidos de Mano Menezes, Jefferson tem sido uma verdadeira muralha no gol do time de Joel Santana. Adversários desde as categorias de base, em Minas, ele pelo América-MG e o goleiro pelo Cruzeiro, o capitão do Fluminense sabe o quanto é difícil marcar contra o rival.

“O Jefferson é um grande goleiro, muito rápido, está muito confiante e é muito complicado fazer gols nele. Fizemos vários duelos na base e já o conheço de longa data. Espero um passe na medida do Conca ou um cruzamento do Mariano para ver se eu consigo marcar”, afirmou o jogador, que prefere não escolher adversário na semifinal.

“No futebol hoje não tem jogo fácil e apesar das vitórias temos encontrado muitas dificuldades. Contra a Cabofriense, por exemplo, tomamos um chocolate no primeiro tempo e contra o Duque de Caxias tivemos muito trabalho. Não vamos ser hipócritas em negar que é bem melhor enfrentar um time menor do que ter que encarar um clássico. Mas o mais importante é que conquistamos nosso primeiro objetivo que era garantir a classificação”, concluiu.
 

Leia tudo sobre: FluminenseBotafogoFred

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG