Em jogo emocionante, Benzia acertou um chute de fora da área aos 29 minutos para decidir a partida

O atacante Souleymane Coulibaly, da Costa do Marfim, balançou as redes mais uma vez nesta quinta-feira e consolidou-se como o maior artilheiro de uma edição do Mundial Sub-17, com incríveis nove gols em quatro jogos. No entanto, quem se classificou para as quartas de final foi a França, que virou o jogo em Querétaro, venceu por 3 a 2 e agora enfrenta o México.

Logo aos três minutos de bola rolando, o goleiro francês Lionnel Mpasi Nzau deixou a bola escorregar após fazer uma defesa e o artilheiro marfinense não perdoou. Com a vantagem, os africanos passaram a tocar a bola com mais tranquilidade e conseguiram chegar ao segundo gol com um chute cruzado pela direita de Drissa Diarrassouba, aos 25 minutos. 

Aos 37 minutos, começou a reação francesa. O zagueiro Jean Thome colocou a mão na bola dentro da área e Yassine Benzia não desperdiçou a cobrança do pênalti: 2 a 1.

Benzia se consolidou como destaque do jogo no segundo tempo. Com 20 minutos, ele deu o passe para Lenny Nangis deixar tudo igual. Os bleus cresceram e Benzia acertou um chute de fora da área aos 29 minutos para decidir a partida e acabar com a alegria do artilheiro Coulibaly, que passou toda a etapa final sumido entre os defensores europeus.

Anfitriões avançam
O México contou com o apoio de sua torcida em Pachuca para eliminar o Panamá com uma vitória por 2 a 0 e se garantir nas quartas de final, justamente contra a França.

O placar foi inaugurado logo aos dois minutos de jogo, na primeira finalização: Carlos Fierro balançou as redes. O segundo gol saiu a um minuto do fim do segundo tempo, com Marco Bueno, que começou a partida no banco de reservas, e entrou para definir o placar de cabeça.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.