Uruguaio teve problemas com Quique Sánchez Flores e destacou que o treinador sempre teve atritos por onde passou

Atualmente jogador da Inter de Milão , o atacante Diego Forlán não escondeu sua insatisfação com seu antigo técnico dos tempos de Atlético de Madrid, Quique Sánchez Flores. Segundo o jogador uruguaio, o comandante teve problemas em todos os clubes por onde passou e destacou um problema pessoal com o treinador.

"Ele tem uma desavença pessoal comigo e já a demonstrou, apesar de que eu também já me equivoquei com ele. Não tenho nada contra Quique, porém, este senhor já passou por muitos times e sempre teve problemas com os jogadores", explicou Forlán, em entrevista à rádio Onda Cero.

Além das críticas ao treinador, Forlán analisou sua saída do time da capital espanhola. "Eu sabia que o clube queria me vender e por isso eu pedi que entendessem minha situação. Eu queria ficar. Nada me obrigou a ir, mas a verdade é que saí de férias e quando voltei, já havia novos jogadores no meu lugar. Não tenho nenhum rancor com o time, felizmente tudo acabou bem", continuou.

O uruguaio ainda comentou a saída de seu companheiro de equipe, Sergio Aguero , rumo ao Manchester City . "Se ele se foi do Atlético de Madri daquela forma, é porque estava convencido disso, apesar de eu não achar que esta seja a forma correta", lamentou o atacante, destacando também que não sentia nenhum tipo de inveja de seu companheiro.

"Se meu colega faz dois ou três gols em uma partida e vencemos, para mim é simplesmente perfeito. Não há sentido nenhum em sentir ciúmes disso", completou o uruguaio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.