O time venceu por 4 a 1, mas ainda pode ser ultrapassado por seis times, dependendo dos resultados da rodada

Eren Derdiyok comemora com o brasileiro Renato Augusto o último gol da partida
AFP
Eren Derdiyok comemora com o brasileiro Renato Augusto o último gol da partida

Na abertura da quinta rodada do Campeonato Alemão, o Bayer Leverkusen não teve dificuldades para vencer o Augsburg, mesmo atuando fora de seus domínios. A equipe fez 4 a 1 sobre os anfitriões e chegou aos dez pontos que lhe dão a liderança provisória da competição.

O ex-líder Bayern de Munique soma nove pontos, mas entra em campo no sábado, para enfrentar o Freiburg. O Schalke 04 , o Werder Bremen, o Hannover, o Borussia Monchengladbach e o Borussia Dortmund são outras equipes que ainda vão a campo e podem assumir a ponta.

O jogo - Empurrado pela torcida, o Augsburg surpreendeu e, aproveitando da sonolência inicial do adversário, abriu o placar logo aos quatro minutos do primeiro tempo. O meia Daniel Baier escapou da marcação e, já na marca do pênalti, tocou para o japonês Hosogai, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede.

Os torcedores, porém, nem tiveram tempo para comemorar. No minuto seguinte, Kiessling fez lançamento longo para o ataque e encontrou Sidney Sam livre. Cara a cara com o goleiro, o alemão não desperdiçou e chutou forte para empatar.

O gol empolgou a equipe de Leverkusen que não demorou para virar a partida. Aos 22 minutos, Renato Augusto carregou a bola até a área e tocou para Kiessling converter.

O gol de Sydney Sam foi comemorado pelos atletas do Bayer Leverkusen
AP
O gol de Sydney Sam foi comemorado pelos atletas do Bayer Leverkusen

O ritmo de jogo, então, caiu e o duelo teve pouca emoção até o término da etapa inicial. Na volta do intervalo, porém, o Bayer mostrou a mesma vontade e eficiência de antes, e transformou a vitória em goleada.

Aos 20 mintuos, Gonzalo Castro fez boa jogada individual e tocou para Sidney Sum marcar seu segundo gol na partida. Dez minutos depois, Renato Augusto foi mais uma vez garçom e serviu Derdiyok, que não titubiou e decretou o placar de 4 a 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.