Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fluminense vence mais do que perde com Diguinho em campo

Em 115 jogos disputados, foram 59 vitórias, 30 empates, apenas 26 derrotas e um aproveitamento de 60%

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Contratado em 2009, Diguinho chegou às Laranjeiras sob a desconfiança do torcedor do Fluminense por ter defendido o rival Botafogo. Com o tempo e as vitórias, o passado com a camisa alvinegra ficou para trás. Afinal, desde que trocou o preto e branco pelo verde, grená e branco, o atual campeão brasileiro vence muito mais do que perde quando o volante está em campo. Em 115 jogos disputados com a camisa tricolor, foram 59 vitórias, 30 empates, 26 derrotas, 207 pontos conquistados e um aproveitamento de 60%.

Siga o iG Fluminense e receba as notícias do seu time

Nem o fato de o camisa 8 ter marcado apenas dois gols em quase três temporadas incomoda o torcedor do Fluminense. Se não faz gols, Diguinho marca bem os rivais e na maioria das vezes impede as derrotas.

O retrospecto mais impressionante do volante com a camisa tricolor ocorreu no Campeonato Brasileiro do ano passado. Das 21 partidas disputadas por Diguinho na campanha do tricampeonato brasileiro, foram 13 vitórias, seis empates e apenas duas derrotas. Uma na estreia diante do Ceará, no Castelão, e a outra contra o Corinthians, pela terceira rodada, no Pacaembu.

Daí em diante, o volante não perdeu mais na competição e o Fluminense passou nove meses invicto com Diguinho em campo. A marca é tão impressionante que o camisa 8 chegou a brincar à época que não fugia dos jogos mais complicados e, consequentemente, das derrotas.

Em 2011, os números de Diguinho não impressionam tanto. Mas continuam sendo altamente positivos. Em 30 jogos disputados na temporada, foram 16 vitórias, sete empates e sete derrotas. Pelo Brasileirão, o volante entrou em campo apenas nove vezes, com cinco vitórias, um empate e três derrotas. O último resultado negativo foi contra o Atlético-MG, no dia 27 de julho.

Recuperado de um estiramento na coxa direita que o deixou longe dos gramados por mais de dois meses, o volante voltou contra o Atlético-PR. Coincidentemente, o Fluminense empatou uma e venceu a outra. Feliz com o retorno ao time, Diguinho reconhece que desta vez ficou surpreso com os números atuais e espera que o retrospecto positivo continue no fim de semana.

“No ano passado eu até tinha consciência de que o meu aproveitamento em campo era muito bom. Mas como fiquei muito tempo sem jogar esse ano, admito que estou surpreso com o bom retrospecto. É uma coincidência boa. Só espero que ela continue no clássico contra o Flamengo”, brincou o jogador, que ainda não tem sua escalação confirmada no Fla-Flu do próximo domingo.

Entre na torcida virtual do e opine sobre os números de Diguinho com a camisa do Flu

Leia tudo sobre: Brasileirão 2011FluminenseDiguinho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG