Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fluminense treina finalizações e Muricy segue fazendo mistério

Além de aprimorar a parte técnica, primeiro treino no México serviu como adaptação a altitude de 2.235m

iG, Rio de Janeiro |

No primeiro treino em solo mexicano, o técnico Muricy Ramalho fez mistério e não deu qualquer indício da equipe que entra em campo contra o América, nesta quarta-feira, às 21h50, no Estádio Azteca, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. Além de aprimorar a parte técnica, principalmente as finalizações, o treinamento do Fluminense consistiu em adaptar os 19 jogadores que fazem parte da delegação a altitude de 2.235m.

Como já era esperado e havia sido alertado por Muricy na semana passada, que defendeu o Puebla de 1979 a 1985, os goleiros Ricardo Berna e Diego Cavalieri foram os que mais sofreram com a velocidade da bola.

“A bola aqui corre demais e estamos nos preparando para isso. Treinamos muito as finalizações para os jogadores se habituarem. O América também tem um time rápido e acredito num bom jogo”, comentou Muricy em entrevista após o treinamento.

Às 19h (22h de Brasília) desta terça-feira, véspera do decisivo jogo contra o América, o elenco tricolor fará um treino de reconhecimento do gramado do Estádio Azteca, que tem capacidade para mais de 110 mil torcedores.

Sem Fred e Emerson, que ficaram no Rio em tratamento, a tendência é que o Fluminense entre em campo com a mesma equipe que empatou sem gols com o Nacional, do Uruguai, na última quarta-feira, no Engenhão: Ricardo Berna, Mariano, Digão, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Marquinho e Conca; Rafael Moura.
 

Leia tudo sobre: Copa Libertadores 2011Fluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG