Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fluminense sofre, mas vence o Bangu com gol de Fred

Atacante fez o gol da vitória aos 36 minutos da etapa final. Já Souza foi expulso logo em sua estreia

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

O Fluminense começou a temporada de 2011 da mesma forma que terminou 2010: com uma boa dose de sofrimento, mas alegria no final. Foi desta forma que o atual campeão brasileiro iniciou sua trajetória no Campeonato Carioca, ao ganhar suado do Bangu por 1 a 0, no Engenhão. O clube ainda fez uma justa festa para o ex-atacante Washington, que se despediu oficialmente do futebol e foi homenageado com uma placa e uma camisa comemorativas aos serviços prestados nas suas duas passagens pelas Laranjeiras. O Fluminense volta a campo contra o Olaria, neste domingo, às 19h30, no mesmo local.

Mas o sufoco não foi por falta de aviso. Durante a semana Fred afirmou que apesar de ter mantido a base e se reforçado bem para a longa temporada, a equipe precisaria de quatro a cinco jogos para reencontrar o bom futebol. E pelo visto o atacante estava certo. Embora entrosado, o time de Muricy Ramalho teve muitas dificuldades para superar a retranca do Bangu e nem de longe lembrou a equipe campeã brasileira.

AE
Jogadores do Fluminense comemoram muito o gol da vitória sobre o Bangu, marcado por Fred

O jogo

Mal começou a partida e o Fluminense foi para cima. Aos 3, Deco aproveitou o rebote da zaga e chutou rasteiro. Thiago Leal espalmou e, no rebote, Tartá isolou. Mas a resposta do Bangu veio imediatamente. Ricardinho tabelou com China, driblou Leandro Euzébio e foi derrubado. O atacante pediu pênalti, mas Perícles Bassols mandou seguir acertadamente.

Aos 9, o Fluminense quase marcou. Souza driblou dois adversários, tabelou com Fred e recebeu sozinho de frente para o gol. Mas o chute saiu fraco, em cima de Thiago Leal. Aos 13, mais uma chance. Souza recebeu de Deco e tentou tocar para Fred, a zaga cortou e o próprio meia pegou de primeira por cima do gol.

E só dava Souza. Deco recebeu de Valencia, tentou dar um balão em Josiel, mas o volante cortou com a mão e recebeu cartão amarelo. Souza cobrou fraco para fácil defesa de Thiago Leal. Aos 29, o meio recebeu falta pela direita. Ele mesmo cobrou na cabeça de Fred, que cabeceou para fora.

A resposta do Bangu foi imediata. Ricardinho arriscou de fora da área e a bola passou raspando à trave esquerda de Ricardo Berna. O lance animou o Bangu, que por pouco não aproveitou um contra-ataque aos 32, com Somália. Na reposição de bola, Ricardo Berna se atrapalhou todo e quase se complica.

O Bangu continuava melhor e, aos 39, Ricardinho voltou a assustar o torcedor do Fluminense. O camisa 10 de Moça Bonita recebeu na entrada da área e chutou forte com perigo. A situação piorou no minuto seguinte. Souza, que já tinha cartão e era o melhor em campo, fez falta em Fabiano Silva, levou o segundo amarelo e foi expulso por Péricles Bessols.

Mas a jogada mais bonita do primeiro tempo só veio nos acréscimos. Thiago Leal errou na reposição e chutou a bola nos pés de Mariano. O lateral arriscou da intermediária e quase fez um golaço por cobertura.

O Fluminense, que já havia voltado do intervalo com Carlinhos no lugar de Julio Cesar, foi obrigado a mudar de novo antes mesmo do primeiro minuto do segundo tempo. Mariano sentiu uma lesão sozinho e foi substituído por Marquinhos.

Mesmo com um jogador a menos, o Fluminense foi para cima do Bangu e quase abriu o placar aos 10. Marquinhos cobrou falta com perfeição na cabeça de Fred, que cabeceou raspando à trave direita de Thiago Leal. Mas como aconteceu duas vezes no primeiro tempo, a resposta do Bangu veio no lance seguinte. Leandro Costa fez boa jogada, soltou uma bomba de canhota e Ricardo Berna espalmou. Pipico pegou o rebote e só não marcou porque Gum chegou a tempo de cortar para escanteio.

nullAos 14, Raphael, que também já tinha cartão, fez falta forte em Deco, levou o segundo amarelo e foi expulso. Deco cobrou sem perigo antes de ser substituído por Rodriguinho. Com dez em campo dos dois lados, o jogo ficou aberto e Fluminense quase marcou novamente com Gum, aos, 20, que cabeceou tirando tinta da trave direita.

Dois minutos depois, o Bangu teve a melhor chance do jogo com Thiago Galhardo, que aproveitou cruzamento da esquerda e cabeceou no travessão de Ricardo Berna, que só olhou. Depois de quase marcar, ele foi substituído por Tiago Neiva.

O Fluminense ainda teve duas boas oportunidades para sair do zero. Aos 30, numa bomba de esquerda de Fred, que passou raspando ao travessão de Thiago Leal e, aos 35, com Tartá que obrigou o goleiro do Bangu a fazer uma difícil defesa.

Quando tudo levava a crer que o atual campeão brasileiro fosse começar a temporada com o pé esquerdo, a cabeça de Fred salvou o dia. Aos 36, Tartá fez boa jogada pela e cruzou para Fred cabecear para o chão, como manda o figurinho, e garantir os três pontos na estreia do Campeonato Carioca.

FICHA TÉCNICA – BANGU 0 x 1 FLUMINENSE
Local: Engenhão (RJ)
Data: 20 de janeiro de 2011, quinta-feira
Renda: RS$ 315.170, 00
Público: 15.454 (público total: 19.206)
Horário: 19h30h (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez
Assistentes: Ricardo Mauricio Ferreira de Almeida e Eduardo de Souza Couto
Cartão amarelo: Josiel (BAN), Leandro Euzébio (FLU), Souza (FLU), Julio Cesar (FLU), Raphael (BAN), Diego Padilha (BAN), China (BAN)
Cartão Vermelho: Souza (FLU), Raphael (BAN)

Gol: FLUMINENSE: Fred, aos 36 do segundo tempo

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Mariano (Marquinhos), Gum, Leandro Euzébio e Julio Cesar (Carlinhos); Valencia, Diguinho, Deco e Souza; Tartá e Fred (Fernando Bob). Técnico: Muricy Ramalho

BANGU: Thiago Leal, China, Diego Padinha, Raphael e Fabiano Silva; Josiel, André Baneto, Thiago Galhardo (Tiago Neiva); Ricardinho (Abílio), Somália (Leandro Costa) e Pipico. Técnico: Gabriel Vieira.

Leia tudo sobre: fluminensecampeonato carioca 2011FredBangu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG