Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fluminense segura Inter em Porto Alegre e segue na liderança do Campeonato Brasileiro

Com o empate sem gols no Beira-Rio, equipe carioca abriu um ponto de vantagem sobre Corinthians e Cruzeiro

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861839967&_c_=MiGComponente_C

O empate sem gols contra o Internacional no Beira-Rio, nesta quarta-feira, não era o resultado que o Fluminense foi buscar em Porto Alegre. Mas ainda sem poder contar com Diogo, Deco, Emerson e Fred, o ponto conquistado fora de casa, diante do atual campeão da Copa Libertadores, foi muito bem vindo nas Laranjeiras.

Principalmente numa partida em que o melhor em campo foi o goleiro Ricardo Berna, que com defesas espetaculares parou o ataque colorado. Com o 0 a 0, o Fluminense soma 58 pontos e segue na liderança do Campeonato Brasileiro a cinco rodadas do fim.

O Cruzeiro tinha a possibilidade de ultrapassar o Flu na ponta, mas foi derrotado pelo São Paulo em Uberlândia e permaneceu com 57 pontos. O Corinthians, que goleou o Avaí por 4 a 0 no Pacaembu, igualou a pontuação dos mineiros, mas fica na frente pelos critérios de desempate.

Assista aos melhores momentos do jogo no Sul

O jogo
O primeiro tempo entre Internacional e Fluminense foi bastante movimentado. Com sua força máxima, a exceção de Tinga que ainda se recupera de uma lesão muscular, o time da casa começou sufocando o Fluminense e logo aos seis minutos levou perigo ao gol de Ricardo Berna. DAlessandro cobrou escanteio da esquerda e Alecssandro, live, cabeceou. Diguinho salvou em cima da linha.

Com muitos erros de passes, o Fluminense demorou para entrar no jogo e só chegou à área adversária aos 12 minutos. Washington recebeu de Mariano, se enrolou com a bola e desperdiçou ótima chance de marcar. Mas aos 18 minutos, novamente DAlessandro cobrou escanteio com perfeição e desta vez foi o zagueiro Índio quem perdeu a chance de abrir o placar para o Internacional com uma cabeçada para fora.

Depois do susto, o time carioca cresceu de produção e teve duas boas oportunidades de sair na frente. Na primeira, Conca recebeu de Marquinho e chutou fraco para fora. No lance seguinte, Fernando Bob aproveitou bobeada de Guiliano e arriscou com perigo por cima do gol de Renan. Embora a partida seguisse equilibrada, era o Inter que continuava tendo as principais chances de marcar. Mas Ricardo Berna estava numa noite inspirada e salvou o Fluminense em pelo menos outros dois lances.

Aos 40, Sóbis bateu de esquerda, Berna fez ótima defesa e no rebote Alecssandro acertou a trave esquerda na principal chance do Internacional na primeira etapa. Três minutos depois, foi a vez de Giuliano obrigar o goleiro do time carioca a operar um milagre ao espalmar um chute rasteiro do atacante colorado quase dentro da pequena área.

Com Mariano menos preso a marcação do argentino DAlessandro, o Fluminense começou de forma mais ofensiva o segundo tempo. Mas foi pelo lado esquerdo que surgiu a primeira boa chance. Carlinhos cruzou, Tartá tocou de calcanhar e Conca soltou a bomba. A bola tinha endereço certo, mas acertou em cheio no atacante Washington.

O Inter deu o troco aos 17. Marquinhos, que acabara de entrar no lugar de Giuliano recebeu ótimo passe de Alecssandro e chutou rasteiro para mais uma defesa de Ricardo Berna. Mas foi o Fluminense que quase marcou aos 21. Conca cobrou falta na cabeça de Leandro Euzébio que obrigou Renan a fazer boa defesa.

Aos 27 minutos, Muricy perdeu a paciência com a má fase de Washington, que agora amarga 11 jogos sem marcar, e com os passes errados de Fernando Bob e colocou de uma só vez Rodriguinho e Valencia, respectivamente. Aos 34, na melhor chance do Inter na segunda etapa, Andrezinho no seu primeiro lance no jogo quase abriu o marcador numa falta em que Ricardo Berna salvou de ponta de dedo.

A essa altura era nítida a intenção do time carioca de segurar o empate. No fim da partida, a equipe de Muricy até teve uma chance de marcar num escanteio perigoso cobrado por Conca, mas o empate sem gols deu para o gasto e manteve o Fluminense em primeiro. Melhor em campo, Ricardo Berna comemorou a boa atuação e o empate sem gols. Felizmente tive uma ótima atuação e ajudei o Fluminense a conquistar um ponto importante contra um adversário muito difícil, afirmou o goleiro.

FICHA TÉCNICA - INTERNACIONAL 0 x 0 FLUMINENSE

Local: Estádio Beira Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 3 de novembro de 2010, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Assistentes: José Carlos Passos e Alessandro Álvaro Rocha
Renda: R$ 252.370,00
Público: 20.069 pagantes
Cartão amarelo: Guiñazu (INT), Wilson Mathias (INT), Diguinho (FLU), DAlessandro (INT), Tartá (FLU), Alecssandro (INT), Gum (FLU)

INTERNACIONAL: Renan, Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Wilson Mathias, Guiñazu, Giuliano (Marquinhos) e DAlessandro; Rafael Sóbis (Leandro Damião) e Alecssandro (Andrezinho).
Técnico: Celso Roth

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Fernando Bob (Valencia), Diguinho, Marquinho e Conca (Belletti); Tartá e Washington (Rodriguinho).
Técnico: Muricy Ramalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG