Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fluminense descarta jogo fácil diante do Guarani

Com uma vitória sobre o rival de Campinas na última rodada, time carioca leva o título do Brasileirão de 2010

Agência Estado |

O Fluminense precisa de mais três pontos para conquistar o segundo título brasileiro de sua história e quebrar um jejum de 26 anos. O adversário do próximo domingo será o Guarani, já rebaixado para a Série B e pior clube do segundo turno do Brasileirão.

Moleza? Os jogadores acreditam que terão uma dificuldade ainda maior do que na partida diante do Palmeiras e esperam que os torcedores lotem o Engenhão para não dar chances para uma "zebra" na rodada final da competição.

Autor do primeiro gol do Fluminense na vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras, no último domingo, o lateral Carlinhos afirmou que espera grande dificuldade diante do Guarani, apesar do rebaixamento do rival. "Com certeza será complicado. Os jogadores estão no sacrifício pela maratona de jogos, mas é a hora de contar com a ajuda do nosso torcedor. Eles estão esperando 26 anos para gritar campeão. É só ir lá [no Engenhão] e aguentar mais 90 minutos", disse o jogador.

O goleiro Ricardo Berna acredita que o Guarani poderá entrar motivado por uma eventual "mala branca" (incentivo financeiro) oferecida por Corinthians ou Cruzeiro, que lutam pelo título com o Fluminense. "Vai ser uma batalha pois o Guarani não vai vender fácil a derrota. Vamos fazer o nosso melhor dentro de campo para poder presentear o torcedor com o título. A torcida tem acompanhado a gente esse tempo todo. Serão 45 mil para empurrar o Fluminense no domingo."

Tido como um dos talismãs do Fluminense, Tartá marcou o gol da virada diante do Palmeiras no segundo tempo - entrou na vaga de Deco. O jogador, porém, não poderá defender as cores do Fluminense contra o Guarani por ter recebido o terceiro cartão amarelo. "Infelizmente estou de fora", lamentou. "Vou torcer muito para o time conquistar o título. Tenho sido abençoado ao fazer gols decisivos, espero que meus companheiros também sejam no próximo domingo."

Contra o Palmeiras, o Fluminense teve o "quarteto mágico" com Deco, Conca, Fred e Emerson. O último deles também pediu o apoio da torcida para o confronto decisivo diante do Guarani. "Convoco todos os torcedores para lotar o Engenhão. Acho que este título está bem próximo, porém faltam 90 minutos. Diante do Guarani, serão 11 contra 11. Por isso é importante o grupo estar focado para suportar a pressão que esse jogo trará."

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG