Tamanho do texto

Funcionários percorreram o departamento de futebol levantando as tampas de esgoto para colocar remédio

Após maquiar o campo das Laranjeiras com areia para tapar os buracos do gramado, a outra providência tomada pela diretoria do Fluminense foi chamar uma empresa de desratização para cuidar dos ratos que andam frequentando o vestiário do time campeão brasileiro. Os dois funcionários que estiveram no clube percorreram todo o departamento de futebol levantando as tampas de esgoto para colocar remédio.

Embora os administradores do clube digam que a empresa foi contratada para cuidar do clube, a diretoria proibiu que fotógrafos, cinegrafistas e repórteres que cobrem o dia a dia do Fluminense se encaminhassem para o campo, como de praxe, para acompanhar o início do treino. Talvez na tentativa de impedir que os jornalistas acompanhassem o processo de desratização.

Equipados com tanques de venenos nas costas, os caçadores de ratos confirmaram terem sido chamados pelo clube para jogar raticida nas tocas das ratazanas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.