Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Flamengo volta ao Engenhão contra o Duque de Caxias e pela paz

Sábado, às 18h30, time joga pelo fim do jejum de vitórias na Taça Rio e para espantar fantasma de Adriano

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Pressionado por três empates consecutivos na Taça Rio, o Flamengo entra em campo neste sábado, às 18h30, para enfrentar o Duque de Caxias, no Engenhão. Apenas na quarta colocação do Grupo A, com nove pontos, um atrás de Vasco, Boavista e Americano, o time precisa vencer para se manter na briga por uma vaga nas semifinais, além de espantar o fantasma de Adriano, vetado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, que foi para o Corinthians, e da crise de relacionamento com a torcida.

Para conseguir seu objetivo, o Flamengo terá a volta de Renato e Willians, que cumpriram suspensão no empate em 3 a 3 com o Madureira. Com isso, Luxemburgo terá novamente o time completo depois de dois jogos, já que Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves ficaram fora do jogo anterior com a Cabofriense (0 a 0) pelo mesmo motivo.

Luxemburgo espera reencontrar o ritmo das vitórias. Nos últimos quatro jogos, o Flamengo venceu apenas um (3 a 0 sobre o Fortaleza, na Copa do Brasil), marcou seis gols e sofreu três, bem diferente da campanha da Taça Guanabara, quando terminou a fase de classificação com 100% de aproveitamento em sete jogos antes de empatar com o Botafogo na semifinal e conseguir a classificação para a decisão nas cobranças de pênaltis.

“Às vezes, é bom dar uma parada. Ficamos três semanas jogando apenas aos domingos. Isso é bom, mas tem o lado ruim de perder o ritmo de jogo e deixar de lado uma série de coisas ligada ao futebol. Se você tem um clássico para jogar é diferente, pois só vai se falar nisso e a motivação acontece por si só”, disse Luxemburgo.

A volta ao Engenhão também será importante para reencontrar os torcedores no Rio. Nos três últimos jogos, o time viajou para Fortaleza e disputou duas partidas em Macaé. Agora, sem o desgaste de viagem, a expectativa é por um bom resultado.

“A gente não tem o que reclamar de Macaé. O gramado é bom e a torcida tem comparecido, mas o Engenhão é no Rio, facilita mais para ir ao jogo”, analisou Maldonado, confiante numa boa atuação. “O time vem crescendo a cada jogo e, com as peças que temos, podemos fazer um bom jogo”, emendou.

O Duque de Caxias é um adversário perigoso. Além de ser o único representante do Rio na Série B do Brasileiro, o time conseguiu reagir na Taça Rio depois de uma campanha ruim na Taça Guanabara. Com oito pontos, ainda briga por uma vaga na semifinal, mas terá muitos desfalques, já que os zagueiros Marlon e Lucão e os volantes Antônio e Lenon não poderão atuar por estarem emprestados pelo Flamengo.

FICHA TÉCNICA – DUQUE DE CAXIAS x FLAMENGO
Local:
Engenhão, no Rio de Janeiro
Data: 2 de abril de 2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Lenilton Rodrigues Gomes Júnior (RJ)
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Wendel de Paiva Gouvêa (ambos do RJ)

DUQUE DE CAXIAS: Fernando, Ari, Vitor, Alex Lopes e Hamilton; Bruno Moreno, Jougle e Lenílson; John, Geovane Maranhão e Somália
Técnico: Waldemar Lemos

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Welinton, David e Rodrigo Alvim; Maldonado, Willians, Renato, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho; Wanderley
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
 

Leia tudo sobre: FlamengoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG