Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Flamengo sonha com Forlán, mas salário de R$ 750 mil assusta

Uruguaio do Atlético de Madrid poderia desembarcar no Rio para reforçar o time em 2011. Real Madrid e Juventus também querem o jogador

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, o uruguaio Forlán entrou na pauta de possíveis reforços do Flamengo para 2011. O maior problema é o salário pedido pelo jogador que chegaria a R$ 750 mil. Jogador do Atlético de Madri, ele gostaria de voltar a atuar próximo de seu país. Mas, aos 31 anos, ainda desperta o interesse de grandes clubes europeus, como Real Madrid e Juventus, o que aumenta o seu cacife.

Um dos representantes de Forlán é o empresário Fabiano Farah, que também cuida da carreira de Ronaldo. A amizade entre ele e alguns dirigentes do Flamengo, apesar do problema com o Fenômeno, seria a ponte ideal para a negociação.

O sucesso de Loco Abreu no Botafogo deixou a presidente Patrícia Amorim animada com a possibilidade de contar com Forlán. O problema é o valor do investimento. A prioridade no momento é a finalização do centro de treinamento em Vargem Grande e a verba de quase R$ 15 milhões ainda não está disponível.

O diretor executivo Luiz Augusto Veloso admitiu o contato inicial com o jogador, mas disse que a negociação não evoluiu. De qualquer forma, uma nova conversa deve acontecer assim que o Flamengo conseguir se livrar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o que pode ser definido domingo, com uma vitória sobre o Cruzeiro, em Volta Redonda.

"Nossa preocupação no momento é com a reta final do Campeonato Brasileiro. Ainda não pensamos na contratação de Forlán ou qualquer outro jogador para 2011", afirmou Luiz Augusto Veloso.

Em recente entrevista na Espanha, Forlán garantiu que não tem interesse em deixar o Atlético de Madri. Com contrato até 2013, disse, inclusive, que pretende encerrar a carreira no clube espanhol.

"Não estou no mercado", avisou o jogador. "Estou feliz e não vou sair do Atlético de Madri. Pretendo respeitar o meu contrato", emendou.

Leia tudo sobre: campeonato brasileiroflamengofutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG