Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Flamengo sofre para empatar com o Figueirense no Rio

Equipe de Santa Catarina, sensação do campeonato, ainda perdeu pênalti. Resultado deixa os dois times no G5

Gazeta |

Em uma partida com poucas emoções, Flamengo e Figueirense ficaram no empate por 0 a 0 nesta quinta-feira, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os rubro-negros passaram o Botafogo e voltaram ao grupo de classificação para a Libertadores, pois chegaram a 56 pontos e estão na quinta posição. Já os catarinenses estão mais longe da briga pelo título, mas seguem na quarta posição, com 57 pontos.

Fla e Figueirense brigam por vaga na Libertadores. Veja como ficou a classificação

Os donos da casa sofreram muito no setor de criação e pouco assustaram o goleiro Wilson. Já o Figueirense teve a chance de sair do Rio de Janeiro com a vitória, pois desperdiçou um pênalti no segundo tempo com o atacante Aloísio.

O meia-atacante Ronaldinho Gaúcho jogou mal e foi vaiado pela torcida rubro-negra.

Na próxima rodada, o Flamengo vai até Goiânia encarar o Atlético-GO, no domingo. No mesmo dia, o Figueirense terá o confronto direto com o Fluminense, em Florianópolis.

O jogo 
O Flamengo começou com todo vapor e quase abriu o placar logo com dois minutos. Ronaldinho Gaúcho lançou Léo Moura na área, que tocou para Deivid finalizar, mas em cima de Wilson. O goleiro esticou o braço e salvou o Figueirense de sofrer o revés. No entanto, após o lance, os visitantes acertaram a marcação e passaram a impedir os avanços dos rubro-negros.

Siga o iG Flamengo no Twitter e receba notícias do time em tempo real

Somente aos 14 minutos os donos da casa assustaram novamente. Thiago Neves arriscou de longe e obrigou Wilson a fazer grande defesa. Só que mais uma vez foi um lance isolado do Flamengo. Com isso, o Figueirense passou a buscar mais o ataque e teve sua primeira boa chance aos 29, quando Bruno fez boa jogada individual pela direita ao tentar cruzar, a bola bateu em um defensor rubro-negro e quase entrou. Elias não deixou a bola sair e tocou para Túlio, na entrada da área, chutar em cima da zaga flamenguista desperdiçando outra oportunidade de marcar.

A torcida presente do Engenhão começou a ficar nervosa com a equipe, principalmente pelos seguidos erros de passe no meio. O panorama da partida não mudou, com o Figueirense conseguindso ter mais posse de bola, mas também sem levar perigo ao gol de Paulo Victor. Assim, a partida foi para o intervalo com o empate sem gols no placar.

Gazeta Press
Ronaldinho Gaúcho não teve boa atuação e foi vaiado
No segundo tempo, o Flamengo ainda buscou uma pressão inicial, mas viu o Figueirense ter a primeira boa chance aos cinco minutos. Em contra-ataque rápido, Elias arriscou de fora da área e a bola passou a esquerda do gol de Paulo Victor. Mesmo após as entradas dos jovens Muralha e Thomás, os donos da casa seguiram errando muito e acabaram cedendo um contra-ataque rápido aos 15 minutos. Jônatas lançou Wellington Nem, que entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Paulo Victor. Só que na cobrança, o arqueiro se redimiu e defendeu a cobrança feita por Aloísio.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo ou do Figueirense e comente o resultado

Mesmo com o apoio da torcida, que voltou a empurrar a equipe depois do pênalti defendido, o Flamengo seguiu mal e deixando o Figueirense avançar nos contra-ataques. No entanto, os catarinenses também pecavam no último passe. Somente aos 28 minutos os visitantes criaram nova chance. Elias arriscou do bico da área e quase acertou no ângulo de Paulo Victor.

Um fato curioso aconteceu logo depois. O técnico Vanderlei Luxemburgo chamou o chileno Fierro para entrar, mas a torcida vaiou muito e passou a xingar o comandante de burro. Ao ouvir, ele desistiu da aletração e pediu para que Jael fosse chamado para a alegria da torcida.

Só que as aletrações não surtiram efeito e o jogo seguiu no mesmo ritmo até os minutos finais, quando o Figueirense recuou e viu o Flamengo tentar uma pressão final, mas sem sucesso.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO-RJ 0 X 0 FIGUEIRENSE-SC

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de novembro de 2011 (Quinta-feira)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Gilson Bento Coutinho (PR)
Renda: R$ 388.115,00
Público: 24.385 pagantes
Cartão amarelo: Paulo Victor (Flamengo)

FLAMENGO: Paulo Victor; Leonardo Moura, Alex Silva, David Braz e Junior Cesar; Aírton (Muralha), Maldonado, Renato Abreu (Thomás) e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Jael)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno, Edson Silva, Roger Carvalho, Juninho; Ygor, Túlio (Jônatas), Coutinho, Elias (Fernandes); Julio Cesar (Aloísio) e Wellington Nem
Técnico: Jorginho
 

Leia tudo sobre: FlamengoFigueirenseBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG