Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Flamengo precisa vencer Guarani em choque direto

Time rubro-negro é o 14º colocado do Campeonato Brasileiro com 40 pontos, três a mais que seu rival

Gazeta Esportiva |

Após ser goleado por 4 a 1 pelo Atlético-MG, o Flamengo entra em campo pressionado neste sábado, quando recebe o Guarani no Engenhão (RJ), às 19h30 (de Brasília), pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O rubro-negro é o 14º colocado com 40 pontos, três a mais que seu rival. A derrota pode levar os flamenguistas para a zona de rebaixamento. Já o Bugre é antepenúltimo com 37 pontos e precisa do triunfo desesperadamente.

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Flamengo, pediu aos seus jogadores para que tenham tranquilidade na partida deste sábado, pois entende que seu time ainda não vive uma situação desesperadora. Lembrando que o Rubro-negro jamais integrou a zona de rebaixamento, o treinador considera as coisas sob controle e planeja dias melhores depois de sábado.

"Eu tinha quatro pontos de vantagem para a zona de rebaixamento e após a derrota para o Atlético só tenho três pontos, portanto, queimei a gordura. Se ganhar, colocamos seis de diferença. A situação só depende de nós", comentou o treinador. "A preocupação existe, mas não temos que torcer por outras equipes. O Flamengo está jogando uma decisão como os que estão lá em cima. Temos três jogos para sair da confusão", completou Luxemburgo.

O zagueiro Ronaldo Angelim entende que o Flamengo só vai conseguir superar o momento adverso se contar com o apoio de seus torcedores nos três últimos jogos. "Nós sabemos que estamos em dívida com a torcida e que precisamos do resultado positivo. Neste momento, apenas essa união com a torcida será capaz de ajudar o Flamengo a conquistar uma vitória", disse Ronaldo Angelim.

Para este compromisso, Vanderlei Luxemburgo vai promover duas alterações em relação à formação que foi goleada pelo Atlético-MG. O meia Renato Abreu e o atacante Deivid, que cumpriram suspensão contra o Galo, reaparecem nas vagas de Petkovic e Diego Maurício, respectivamente. O treinador tem uma dúvida no meio-campo, pois enquanto Maldonado estava servindo à seleção chilena, Kléberson treinou bem ao longo da semana e poderá acabar assumindo a condição de titular.

Pelo lado do Guarani, o técnico Vágner Mancini, apesar de admitir o mau momento, pediu forças aos seus comandados. "Existe uma grande dificuldade e sabemos que precisamos ganhar os nossos próximos três jogos. O abatimento pode ser grande, mas não jogamos a toalha, pois não nos consideramos ainda na Série B. Se ganharmos do Flamengo teremos boas chances de deixar a zona de rebaixamento já nesta rodada", projetou o comandante.

Mancini não poderá contar com o volante Renan e nem com o atacante Ricardo Xavier, ambos vetados pelo departamento médico por conta de dores na coxa direita. Com isso, Maycon atuará na meia, enquanto Geovane será o companheiro de ataque de Mazola. A única dúvida do treinador está no meio-campo, onde Paulinho, com amigdalite, fará um teste de vestiário. Caso seja vetado, Diego Barboza atuará.

No primeiro turno, o Guarani saiu vitorioso (2 a 1) em Campinas, após estar perdendo por 1 a 0 até os 44 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO x GUARANI

Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de novembro de 2010 (Sábado)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Sampaio (DF)
Assistentes: Cesar de Oliveira Vaz (DF) e João Paulo Neto (DF)

FLAMENGO: Marcelo Lomba; Leonardo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Correa, Willians, Kléberson (Maldonado) e Renato Abreu; Deivid e Diogo
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

GUARANI: Emerson; Apodi, Aislan, Aílson e Márcio Careca; Maycon, Baiano, Paulinho (Barboza) e Preto; Mazola e Geovane
Técnico: Vágner Mancini

Leia tudo sobre: campeonato brasileiroflamengoguarani

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG