Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fla vai ouvir Clube dos 13, mas deve negociar individualmente

Posição não tem relação com decisão do Corinthians, que anunciou nesta terça seu licenciamento da entidade

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

O Flamengo estará presente na reunião do Clube dos 13, quarta-feira, às 10h, em São Paulo, para saber como a entidade pretende regulamentar a negociação do direito de transmissão dos jogos. Mas a diretoria segue com a intenção clara de negociar individualmente, postura que também deve ser adotada pelo Corinthians.

O vice-presidente de finanças do Flamengo, Michel Levy, afirmou que o anúncio do licenciamento do Corinthians não terá qualquer influência na decisão do clube, que será representando pelo vice geral Hélio Ferraz na reunião. Segundo ele, independentemente da permanência ou não no Clube dos 13, a negociação deverá ser individual.

“O Flamengo vai ter as suas ações pautadas pela sua cabeça e não se influenciará porque o Clube dos 13, a CBF ou o Corinthians quiseram isso ou aquilo. O comportamento é de fazer a melhor negociação para o Flamengo. Não somos coleguinhas de ninguém, nem estamos ouvindo ninguém”, afirmou Levy.

O dirigente voltou a repetir as palavras da presidente Patrícia Amorim, do desconforto com relação ao São Paulo e o Clube dos 13. Mas não descartou estar junto com o São Paulo no futuro se os interesses comerciais forem os mesmos.

“O Flamengo não ficou chateado agora. O Flamengo já estava chateado antes, quando o São Paulo aceitou receber a Taça das Bolinhas. Como você combina uma coisa com uma pessoa e faz outra?”, questionou Levy.

Com relação à Taça das Bolinhas, o clube aguarda o São Paulo ser intimado pela Justiça para que o objeto seja devolvido para a Caixa Econômica Federal, segundo determinação da Justiça do Rio. A decisão aconteceu um dia depois de o Flamengo ser reconhecido pela CBF como campeão brasileiro de 1987, ao lado do Sport.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG