Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fla tenta matar sede de títulos em 2011

Clube passou em branco no ano passado, depois de conseguir, pelo menos, uma conquista entre 2006 e 2009

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Os jogadores do Flamengo ficaram mal acostumados, assim como a torcida. Desde 2006, o time conquistou pelo menos um título por ano, mas passou em branco em 2010 e deixou aquela sensação ruim no fim da temporada. Domingo, contra o Boavista, às 16, no Engenhão, será a primeira chance de gritar campeão em 2001, na decisão da Taça Guanabara.

“Estamos com sede de vencer tudo o que vamos disputar este ano”, comentou o zagueiro Welinton, que já tem no currículo as conquistas do Campeonato Carioca e do Campeonato Brasileiro de 2009. “A gente quer pensar no Flamengo sempre buscando vitórias e títulos e não lutando para escapar do rebaixamento”, emendou.

Apesar da vontade do time, há claramente o sentimento no grupo de valorizar o adversário para não deixar que seja criado um clima de oba-oba. A final será disputada contra um clube de menor expressão, o que aumenta a responsabilidade do Flamengo de conquistar o resultado positivo.

“Temos jogadores experientes no grupo, até com finais de Copa do Mundo no currículo. Sabemos que o jogo se decide dentro de campo. Teoricamente, o Flamengo tem a obrigação de vencer, mas não existe essa história de favoritismo, depende de como você encara a situação. Sabemos da nossa responsabilidade pelo peso da camisa, mas não é por isso que o jogo está ganho”, avisou Renato, campeão da Copa do Brasil de 2006 e do Carioca de 2007.

O técnico Vanderlei Luxemburgo terá à disposição quase todo o grupo para o jogo com o Boavista, inclusive o volante chileno Maldonado, que ficou fora da semifinal com o Botafogo por lesão. Apenas o atacante Wanderley está fora, ainda com dores no joelho esquerdo.

Leia tudo sobre: FlamengoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG