Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fla já ultrapassa marca de R$ 1 milhão com venda de ingressos

Valor é líquido nos 10 primeiros jogos, descontando as taxas e penhoras, e supera o mesmo período de 2010

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Apesar de precisar conviver com penhoras diversas e altas taxas nos estádios, já que não tem o seu para mandar os jogos, o Flamengo arrecadou em 10 partidas disputadas na temporada o valor líquido de R$ 1.215.632,20. É mais do que o mesmo período em 2010 (R$ 1.103.104,81), quando disputou um jogo no Maracanã pela Copa Libertadores, no qual a renda ficou apenas com o clube, que era o mandante.

Em 2010, nos 10 primeiros jogos, a renda do Fla-Flu havia sido a melhor marca do clube, com R$ 1.278.515,00. Desse valor, o Flamengo ficou com apenas R$ 298.787,27, já descontado o valor destinado ao adversário, as taxas e penhoras. Este ano, a arrecadação de R$ 1.198.930,00 da final da Taça Guanabara contra o Boavista foi a melhor, mas apenas R$ 299.895,37 ficaram nos cofres da Gávea.

O departamento jurídico do Flamengo vem tentando acordos para diminuir as penhoras. Um deles, com o Tribunal Regional do Trabalho, prevê que 10% de todas as receitas seja depositado em juízo para pagamento de ações trabalhistas. O clube vem cumprindo o acordo religiosamente.

Outras ações individuais pedem a penhora direta das rendas, como acontecia com Petkovic até maio de 2009. A contratação do jogador fez parte de um acordo judicial para o pagamento da dívida, na época, avaliada em R$ 10 milhões. Ela foi reduzida e parcelada.

A diretoria atual afirma que todos os pagamentos referentes ao INSS, FGTS e Receita Federal estão em dia para que sejam evitadas novas ações trabalhistas no futuro. Não há qualquer previsão para que o clube consiga quitar suas dívidas, que já ultrapassam os R$ 300 milhões.

Ainda assim, com a contratação de um jogador como Ronaldinho Gaúcho e novas ações, a expectativa da diretoria é de reduzir esse valor ao máximo para tentar evitar uma nova implosão financeira, como aconteceu em 2002, pós-ISL.

Leia tudo sobre: FlamengoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG