Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fla espera anunciar parceiros para 2012 no dia de seu aniversário

Clube já negocia renovação de contrato com o atual patrocinador master e tem mais dois a serem votados

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

AE
Deivid com o novo patrocinador na camisa
Em busca de novas receitas para o ano que vem, a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, negocia com a Procter & Gamble a renovação de contrato de patrocínio, assinado recentemente até o fim de 2011 e que renderá R$ 6,5 milhões. A expectativa da dirigente é de que possa apresentar todos os seus parceiros até a festa de aniversário do clube, no dia 15 de novembro.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

“Já estamos negociando sim. A ideia é apresentador o patrocinador do ano que vem no dia do aniversário do Flamengo, de presente para a torcida”, comentou Patrícia.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

Se o time ainda não venceu desde a estreia da camisa com o novo patrocinador (no empate em 2 a 2 com o Figueirense), a presidente espera fechar ainda este ano mais dois contratos de patrocínio. Um deles deve ser encaminhado em breve para o Conselho Deliberativo e colocará a marca da Brasil Brokers, do ramo de imóveis, na parte de frente da camisa, na altura do ombro.

“Por mim, a camisa não teria patrocínio algum, mas não dá para ser assim. Com a dívida que os clubes têm, é complicado fazer isso. Não é uma decisão minha”, explicou a presidente.

O outro contrato a ser assinado é com a Cosan, dona da marca Esso. O Flamengo ganhou uma ação no valor de R$ 7,7 milhões da empresa e entrou em acordo para pagamento da dívida, referente ao aluguel de um posto de combustível, que ficava no terreno do clube e foi desativado. No entanto, houve, em conjunto, uma proposta de patrocínio para o short e o meião no valor de R$ 2,8 milhões.

“Para a gente, seria interessante que isso fosse assinado ainda este ano. Mas dependemos da confirmação desse acordo antes de apresentar a proposta ao Conselho Deliberativo. Deve demorar um pouco mais para acontecer”, comentou Patrícia.

O Flamengo ainda aguarda o pagamento de luvas do contrato de cessão do Morro da Viúva ao empresário Eike Batista, que construirá um hotel no local, no valor de R$ 17 milhões, sendo que R$ 2 milhões serão reservados para pagamento de futuras ações judiciais de moradores do prédio. O clube ainda terá uma anistia de R$ 16 milhões por atraso no IPTU, dois andares para concentração de atletas e receberá royalties anuais.

Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG