Tamanho do texto

Líder em finalizações do time no Brasileiro é Ronaldinho Gaúcho, com 12, sendo seis na direção do gol

Ronaldinho conversa com Luxemburgo durante o treino do Flamengo
Vipcomm
Ronaldinho conversa com Luxemburgo durante o treino do Flamengo
O Flamengo vive um dilema com os atacantes do seu atual elenco. O técnico Vanderlei Luxemburgo tem apostado em Wanderley , que ainda não marcou em quatro jogos no Campeonato Brasileiro. O revezamento intenso entre ele e Deivid e a busca por um reforço para a posição mostram a preocupação com a atual fase. Os números podem ajudar a decifrar o problema.

Os números são da Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad

No Brasileiro, o Flamengo é o time que mais finaliza de fora da área, com 43 tentativas, sendo apenas 13 certas, enquanto é o que menos cabeceia: apenas duas vezes, uma certa, do lateral-direito Leonardo Moura , e outra errada, do meia Bottinelli .

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

Nos quatro jogos, Wanderley conseguiu cinco finalizações, apenas uma na direção do gol. No Flamengo, o líder na estatística é Ronaldinho Gaúcho , com 12 tentativas, sendo seis certas, duas delas dentro da área, justamente, as que resultaram em gols na goleada sobre o Avaí (4 a 0) e no empate em 3 a 3 com o Bahia .

Entre os times que mais finalizam dentro da área, o Flamengo está distante dos primeiros colocados. Com apenas 22 tentativas, sendo 10 na direção do gol, o time é apenas o 12 melhor na estatística, mesmo ficando em terceiro lugar no total, em que perde para Atlético-MG e Cruzeiro .

Contra o Botafogo , domingo, às 16h, no Engenhão, ainda não se sabe quem Luxemburgo vai escalar no ataque. O técnico já chegou a utilizar Ronaldinho Gaúcho como centroavante . Por enquanto, Wanderley, Diego Maurício e Deivid estão na disputa pela posição de titular no clássico.

"Se você pegar o histórico do Flamengo, o Adriano foi o único atacante que deu certo, que ganhou título. Os outros foram criticados da mesma forma que nós estamos sendo. Se você joga em um clube de massa, como o Corinthians e o Flamengo, você sempre será especulado. Se você faz gol, será especulado para a seleção, se não fizer, não serve para jogar no clube", disse Deivid, autor do gol de empate em 1 a 1 com o Atlético-PR , seu primeiro jogo no Brasileiro deste ano.