Tamanho do texto

Meia nunca perdeu para o rival defendendo o clube em 12 jogos, com cinco vitórias e quatro gols marcados

AE
Renato Abreu comemora com Petkovic gol de falta marcado sobre o Corinthians, no Engenhão
O Flamengo vai enfrentar o Botafogo , domingo, às 16h, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de três empates seguidos, o time precisa se recuperar, pois se encontra na 11ª colocação, com seis pontos - seis atrás do líder São Paulo.

Se depender da presença do meia Renato , no entanto, a expectativa é por um bom resultado para o clube da Gávea.

Desde que vestiu pela primeira vez a camisa do Fla, em 2005, Renato disputou 12 jogos contra o Botafogo e não sabe o que é perder para o rival de General Severiano. Conseguiu cinco vitórias e sete empates, além de marcar quatro gols. Foi, inclusive, campeão carioca em 2007 na final contra o rival.

“Acho que venci mais vezes e deve ser o time no qual eu marquei mais gols”, disse Renato, que tem razão na sua conta, já que Botafogo, Fluminense e São Caetano são suas maiores vítimas, com quatro gols contra cada rival. “Mas esse é um momento diferente. Não tem favorito. É um clássico, com 50% de chances de vitória para cada lado”, emendou.

O clássico vem justamente numa situação em que o Flamengo precisa se recuperar. O Botafogo está à frente na tabela, com sete pontos. Para Renato, um grande jogo como esse serve de motivação para o grupo reencontrar o caminho das vitórias na temporada. Em 2011, o time perdeu apenas um jogo, com 17 vitórias e 13 empates.

null“Esse é um bom momento para saber que nossa equipe também pode vencer os grandes jogos. Mais cedo ou mais tarde, a gente teria que enfrentar o Botafogo. A motivação é maior pela rivalidade. Temos um adversário forte, precisamos corrigir os erros, mas devemos passar por cima disso tudo”, afirmou Renato.