Tamanho do texto

Vitória nos pênaltis do Japão sobre os EUA rendeu 7.196 mensagens por segundo. Eliminação do Brasil ficou perto, com 7.166

selo

A final da Copa do Mundo Feminina de Futebol entre Japão e Estados Unidos , disputada no domingo, estabeleceu um recorde de mensagens publicadas no Twitter - rede de microblogs na internet - por segundo, superando até mesmo o casamento na família real britânica e a morte de Osama bin Laden. 

O Japão esteve duas vezes em desvantagem duas vezes no empate por 2 a 2, sendo por 1 a 1 no tempo regulamentar e por 1 a 1 na prorrogação. Assim, a definição da final, disputada em Frankfurt, na Alemanha, aconteceu apenas na disputa de pênaltis. Os Estados Unidos buscavam o terceiro título mundial, enquanto as japonesas foram campeãs pela primeira vez após terem perdido as 25 partidas anteriores contra as norte-americanas. 

A dramática decisão provocou 7.196 mensagens por segundo, de acordo com o Twitter. A vitória do Paraguai sobre o Brasil nos pênaltis, pelas quartas de final da Copa América , também no domingo, ficou próxima do recorde, com 7.166 "tweets". 

Japão comemora título na Copa do Mundo de futebol feminino
AP
Japão comemora título na Copa do Mundo de futebol feminino

A marca anterior aconteceu na virada do ano no Japão, com 6.939 mensagens. Outros eventos que geraram grande quantidade de "tweets" foram a morte de Bin Laden - 5.106 mensagens por segundo - e o Super Bowl em fevereiro - 4.064 mensagens. 

A vitória da Espanha sobre a Holanda na final da Copa do Mundo em julho de 2010 registrou 3.051 mensagens, mas a cifra recorde no torneio - 3.283 - foi alcançada quando o Japão venceu a Dinamarca na fase de grupos, comprovando a penetração do Twitter no país asiático. O recorde reflete também a febre que se tornou a rede social. Atualmente, são publicadas, em média, 200 milhões de mensagens por dia, contra as 10 milhões de dois anos atrás.