Apesar de clubes aumentarem receita no último ano, três grandes times, Vasco, Fla e Cruzeiro devem para seus jogadores

Uma prática que virou rotina para os grandes clubes desde a década de 90 explica a crise que Flamengo , Cruzeiro e Vasco vivem, sem conseguir pagar salários em dia. Dependentes do dinheiro do contrato de transmissão do Campeonato Brasileiro, a maioria das equipes costumava antecipar as receitas, pagas em abril, com empréstimos no início do ano. Até o ano passado isso era feito sem problema, tendo como avalista o Clube dos 13.

Veja também: Sem salários em dia, jogadores do Vasco boicotam concentração

Com a implosão da entidade, em 2011, e a assinatura dos contratos dos clubes diretamente com a Rede Globo, a prática ficou inviável, já que os bancos não aceitam emprestar sem um avalista. O C13 não tem o contrato milionário para usar como garantia e a Globo já deixou claro que não dará aval para as equipes.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Flamengo tem dívidas milionárias com Ronaldinho Gaúcho e Deivid. Os dois estão com salários atrasados
AE
Flamengo tem dívidas milionárias com Ronaldinho Gaúcho e Deivid. Os dois estão com salários atrasados
Sendo assim, clubes como o Flamengo, acostumado com a prática do “pendura”, sofrem para fechar as contas. O gigante carioca, dono da maior torcida do Brasil, mais do que duplicou a sua receita de televisão de 2011 para 2012 com o novo contrato. Por ano, recebe cerca de R$ 100 milhões. Mesmo assim, deve direitos de imagens para alguns atletas. Cruzeiro e Vasco também têm dívidas com seus jogadores.

Leia mais: Por carta, jogadores do Cruzeiro criticam presidente por salários

Influenciados pelo aumento no valor do contrato com a Rede Globo, assinado em 2011 e que vale até 2015, os clubes brasileiros aumentaram seus gastos com salários. “Acho que estamos numa bolha. Começou com o retorno de jogadores da Europa, ganhando o mesmo do que lá. Alguns clubes aceitaram e ficou assim”, admite Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol do Palmeiras.

O C13 não divulga os valores devidos pelas equipes e quais clubes fizeram empréstimos. “Posso dizer que a maioria deles. Não eram todos, porque tínhamos algumas raras exceções”, afirmou ao iG o presidente do Clube dos 13, Fábio Koff.

Fechando as contas
Após o esvaziamento do C13, com todos os associados negociando diretamente com a Globo, uma comissão foi montada para analisar as contas da entidade. Desde maio do ano passado, eles tentam fechar as contas da entidade, que ainda tem dívidas com bancos como BIC e BMG.

Entenda: A disputa pelo direito de transmissão de TV

“São compromissos que teremos como pagar com as verbas do Clube dos 13. É só uma questão de fechar as contas. Quando isso acontecer, deixo o cargo”, diz Fabio Koff.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.