Jovem mostrou o faro de artilheiro do pai, já que logo na primeira atividade balançou as redes

selo

A aposentadoria de Martín Palermo do futebol ainda está recente, mas o sobrenome do maior artilheiro da história do Boca Juniors poderá continuar fazendo sucesso dentro dos campos nos próximos anos. Ryduan, seu filho, foi convocado para defender as seleções de base da Argentina e marcou um gol logo no seu primeiro treinamento.

Ryduan Palermo, atacante das divisões inferiores do Estudiantes de La Plata, foi convocado para a seleção sub-15 da Argentina e logo na primeira atividade balançou as redes. O gol foi marcado durante um jogo-treino na concentração da seleção na cidade de Ezeiza, onde seu pai treinou várias vezes.

Martín Palermo se aposentou do futebol em junho, com 37 anos, consagrado como o maior artilheiro da história do Boa Juniors. Na sua carreira profissional, o atacante também defendeu Villarreal, Bétis e Alavés, todos da Espanha, e começou a jogar pelo Estudiantes, exatamente o mesmo clube onde atua o seu filho de 15 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.