Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Filho de Júlio César Chávez ganha título mundial no boxe

Chávez Jr. conquistou o título na mesma cidade que seu pai, em 1984, quando derrotou Mario Martinez

AE |

selo

O mexicano Julio César Chávez Jr. derrotou na noite de sábado o alemão Sebastian Zbik, em luta realizada na cidade de Los Angeles, no Staples Center, por decisão dos árbitros para faturar o título mundial dos pesos médios do Conselho Mundial de Boxe (CMB) e dar um passo importante na tentativa de estabelecer o seu próprio legado aos olhos de seu pai.

Dois juízes deram a vitória do combate a Chávez, com 115 a 113 e 116 a 112, enquanto outro avaliou a luta como um empate. "Meu pai veio ao Wild Card e me disse 'aqui é onde ganha a luta, não no Staples Center'", disse Chávez sobre o ginásio de seu treinador, Freddy Roach, que também é o treinador do filipino Manny Pacquiao. "Trabalhe duro, escute Freddy Roach. Essa é a maneira que se ganha títulos".

O pai de Chávez Jr. ganhou seu primeiro título mundial na mesma cidade, em 1984, quando derrotou Mario Martinez para faturar o cinturão do peso superpena do CMB. Seu filho de 25 anos foi superado no início do combate por Zbik, que foi mais rápido e lançou mais golpes nos primeiros rounds. Mas Chávez conseguiu reagir, respondeu aos golpes e viu o adversário perder a velocidade inicial.

Com a luta indefinida, os lutadores trocaram vários golpes no último round, mas ambos conseguiram permanecer de pé. Zbik pensava que estaria em vantagem na avaliação dos juízes. "Ganhei os primeiros cinco ou seis rounds", disse. "Pensei que tinha uma ampla vantagem. Mas comecei a receber golpes no corpo e comecei a cansar. Meu córner (os treinadores) me disse que tinha que ganhar o último round e acho que consegui. Penso que os juízes deram a Chávez todos os rounds apertados".

Leia tudo sobre: boxe

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG