Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Figueirense vence e espera o Criciúma

Jogando em casa, time bateu o Joinville por 3 a 1 e se classificou para a final do Campeonato Catarinense

Gazeta |

Neste domingo, o Figueirense bateu o Joinville por 3 a 1, no Orlando Scarpelli e se credenciou para a grande final do primeiro turno do Campeonato Catarinense, que acontece na próxima semana, contra o Criciúma, às 16 horas, também no estádio do Alvinegro.

A vitória foi construída ainda no primeiro tempo, quando os donos da casa fizeram 2 a 0, com gols de Breitner e Fernandes - o centésimo dele pelo Figueirense. Na segunda etapa, o JEC ainda descontou com Ramon, mas Fernandes fez mais um, tranquilizando a torcida alvinegra.

Em casa, com o apoio da sua torcida, o Figueirense tomou a iniciativa do jogo e não demorou para tirar o zero do placar. Aos quatro minutos, Breitner recebeu de Juninho e mandou para o fundo do gol, sem chances para o goleiro Max. Mais tarde, aos 15, Fernandes, depois de ficar em impedimento em três jogadas, finalmente acertou o posicionamento e ampliou para o Alvinegro. Após passe de cabeça de Breitner, o atacante, livre na pequena área, mandou para a rede, marcando seu centésimo gol com a camisa do Figueira.

Mesmo em vantagem no placar, o Alvinegro seguiu no ataque e quase fez o terceiro com Héber, em um voleio que acertou o travessão. O atacante ainda teve outra grande chance, aos 42, mas a zaga adversária afastou. Sem demonstrar poder de reação, o Joinville deixava o jogo fácil para os donos da casa.

Na volta do intervalo, o JEC mudou a postura em campo e equilibrou a partida. Aos sete minutos, Ramon, na entrada da área e sem marcação, descontou para os visitantes. O gol animou a equipe, mas os jogadores continuavam tendo dificuldades na armação das jogadas e o Figueirense levava perigo nos contra-ataques. Wellington, duas vezes, e Juninho, fizeram Max trabalhar.

O Figueirense voltou a gostar do jogo e incomodou em lances de Héber, Fernandes e Roger Carvalho. Aos 30 minutos, Fernandes não desperdiçou e marcou seu 101º gol pelo Alvinegro. Os jogadores do Joinville reclamaram de um toque na mão de Wellington na jogada, mas o árbitro manteve o 3 a 1 no placar. O gol foi um balde de água fria para o Joinville que não teve como reagir e só aguardou pelo apito final.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG