Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Figueirense barra a subida do Santos e vence na Vila Belmiro

Borges voltou a marcar, mas Julio Cesar, com dois gols, e Wellington Nem definiram o 3 a 2

Gabriel Cardoso, iG Esporte |

nullO Figueirense protagonizou a surpresa da rodada do Brasileirão. O time catarinense foi à Vila Belmiro e derrotou o Santos por 3 a 2. A partida foi uma aula de contra-ataque. Os visitantes defenderam bem e aproveitaram três subidas decisivas para definir a vitória.

Julio Cesar abriu o placar logo a nove minutos, cobrando falta. Borges buscou o empate aos 24. Wellington Nem, aos 26, colocou os catarinenses na frente outra vez. Léo, aos 46 da primeira etapa, deixou tudo igual outra vez. No segundo tempo, cobrando pênalti aos 39, Julio cesar outra vez definiu o 3 a 2 para o Figueirense, acabando com a invencibilidade de oito jogos do Santos.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

A grande ausência na partida foi Neymar. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o atacante desfalcou o Santos. Embalado pela sequência de oito jogos sem derrota, o Santos foi pra cima, mas acabou surpreendido. A cobrança de falta de Julio Cesar abriu o placar para o Figueirense, dificultando a tarefa do time de Muricy Ramalho.

Futura Press
Julio César marcou duas vezes para o Figueirense na surpreendente vitória na Vila Belmiro

Borges empatou o jogo logo em sua segunda tentativa a gol, dando a ideia que a virada seria questão de tempo. O segundo gol veio rápido, mas foi do Figueirense. Wellington Nem aproveitou o contragolpe para colocar os catarinenses em vantagem. Léo, faltando segundos pra terminar a primeira etapa, fez 2 a 2.

Saiba as últimas notícias do Santos pelo Twitter

O Santos seguiu no ataque no segundo tempo, mas manteve um pouco mais de cautela para não ser surpreendido outra vez no contra-ataque. Porém, a escapada dos catarinenses aconteceu aos 37, obrigando Léo a cometer pênalti em Wellington Nem. Julio Cesar bateu bem, definindo o 3 a 2. 

  Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

Com 35 pontos, os paulistas ficam na 11ª posição. O Figueirense é o 10º, com 36 pontos. O Santos volta a campo no próximo sábado, 18h. Vai visitar o Fluminense. O Figueirense, no domingo, dia 2 de outubro, recebe o Coritiba. 

O Jogo:
Uma cabeçada de Edu Dracena, logo aos dois minutos de jogo, abriu os trabalhos para os goleiros: Ricardo segurou com tranquilidade. O Figueirense conseguiu abrir o placar aos nove minutos. Julio Cesar cobrou falta da entrada da área, a bola passou no meio da barreira e traiu o goleiro Rafael: 1 a 0.

O Santos sentiu o golpe e demorou a reagir. Borges tentou um chute aos 20, mais saiu fraquinho... O artilheiro não falhou quatro minutos depois: trombou com o zagueiro e, da entrada da área, mandou uma bomba. 1 a 1.

O time de Muricy se atirou para o ataque. Acabou surpreendido num contragolpe. Wellington Nem recebeu o lançamento, correu meio campo e deslocou o goleiro. Figueirense na frente de novo: 2 a 1.

Borges teve tudo para empatar aos 33, mas Ricardo abafou o chute à queima roupa. Léo empatou no apagar das luzes. O lateral acertou um chute cruzado, aos 46, fazendo 2 a 2.

A dobradinha Léo-Borges voltou em ação aos seis minutos do segundo tempo. O lateral cruzou na cabeça do goleador, mas a finalização foi ao lado do gol. Borges estava com fome de gol. Após uma bomba de Durval, ele meteu a cabeça na bola, mas não conseguiu coloca-la na direção do gol. Novo chute do artilheiro, aos 33, assustou o goleiro do Figueirense outra vez.

Os catarinenses conseguiram nova escapada mortal no fim do jogo. Wellington Nem entrou na área e foi derurbado por Léo. Julio Cesar cobrou o pênalti com perfeição: 3 a 2.

FICHA TÉCNICA - SANTOS 2 X 3 FIGUEIRENSE
Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 24 de setembro de 2011, no sábado
Horário: 18 horas
Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Luiz H. Souza Santos Renesto (PR).
Cartão amarelo: Léo (Santos); Jean Deretti, Edson Silva (Figueirense).

GOLS:
Santos: Borges, aos 24 minutos do primeiro tempo; Léo, aos 46 minutos do primeiro tempo.
Figueirense: Julio Cesar, aos nove minutos do primeiro tempo e aos 39 minutos do segundo tempo; Wellington Nem, aos 26 minutos do primeiro tempo.

SANTOS: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Henrique, Felipe Anderson (Pará) e Ibson (Tiago Alves); Alan Kardec (Diogo) e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

FIGUEIRENSE: Ricardo; Bruno (Jonatas), Roger Carvalho, Edson Silva e Juninho (Hélder); Ygor, Coutinho, Wilson Pittoni e Jean Deretti (Rhayner); Wellington Nem e Júlio César.
Técnico: Jorginho.

Leia tudo sobre: SantosFigueirenseBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG