Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fifa vai investigar tranferências envolvendo o empresário Juan Figer

Entre as negociações analisadas pela entidade está a ida do atacante brasileiro Hulk para o Porto

iG São Paulo |

AE
As negociações envolvendo o agente Juan Figer serão investigadas pela Fifa
A Fifa vai analisar todas as transferências de jogadores agenciados pelo uruguaio Juan Figer. O empresário teria usado o Rentistas, pequeno clube uruguaio, como laranja, segundo a agência Bloomberg.

Leia mais: Bebeto e Ronaldo negam sinais de renúncia em Ricardo Teixeira

As operações envolvendo Figer, investigadas pela entidade, totalizam 56 milhões dólares, equivalente a R$96,3 milhões. O atacante Hulk, do Porto e da seleção está entre os jogadores, assim como Alex Silva, Thiago Carleto e Thiago Ribeiro, quando foram tranferidos para o São Paulo.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Figer utiliza o modesto clube uruguaio para registrar os jogadores com o qual tem contrato e emprestá-lo a grandes clubes brasileiros e europeus, segundo o próprio presidente do clube, Mario Bursztyn. O dinheiro arrecadado com os negócios é mandado para uma empresa ligada a Figer chamada Lamico.

De acordo com Bursztyn, o clube recebe apenas uma pequena quantia por cada negociação. O representante de Juan Figer afirmou a agência que o empresário segue todas as leis da profissão.

Confira ainda: Bebeto aceita convite e é o novo membro do COL

A Fifa publicou comunicado afirmando que as investigações ainda não foram abertas. “Nesta altura, contudo, não foi aberta ainda nenhuma investigação oficial, logo, quaisquer consequências disciplinares são especulativas”, ressaltou a entidade.

O atacante Hulk pertencia ao Verdy Tokyo e teve os seus direitos comprados pelo Rentistas, clube que nunca defendeu, antes de ir para o Porto.
 

Leia tudo sobre: juan figerfifahulkportugalfutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG