Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fifa pode diminuir punição para pênalti do último defensor

Atualmente, determinação é para expulsar o atleta que comete a infração. Grupo de estudos, porém, considera a punição severa

iG São Paulo |

A Fifa cogita a possibilidade de amenizar a punição do atleta que comete pênalti sendo o último defensor. A entidade entende que é muito severa a punição nesses casos, já que a equipe tem contra si a penalidade máxima, a expulsão do jogador e a posterior suspensão automática de uma partida.

Leia mais: Fifa planeja permitir quarta substituição durante prorrogações

A ideia foi sugerida pelo grupo de estudos técnicos da Fifa, do qual fazem ex-jogadores como Pelé e Beckenbauer e alguns ex-ábitros. O assunto será debatido no dia 3 de março em reunião da International Board, entidade responsável pelas regras do futebol.

Veja ainda: Inglaterra trabalha para adotar tecnologia da linha do gol em 2012

Nessa mesma reunião será analisada a possibilidade de conceder uma quarta substituição às equipes em caso de prorrogação. A tão falada tecnologia da linha do gol, que define se a bola entrou ou não, também estará na pauta. As novas medidas poderiam ser testadas já em 2013 e efetivadas na Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Leia tudo sobre: fifainternational boardexpulsãoúltimo homem

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG