Tamanho do texto

O Tribunal Geral, o segundo tribunal de maior autoridade na União Europeia, também rejeitou um pedido semelhante da Uefa

A Fifa (Federação Internacional de Futebol e Associados) perdeu uma batalha jurídica nesta quinta-feira contra uma decisão da Comissão Europeia, que assegura a transmissão gratuita pela TV dos principais eventos esportivos na Grã-Bretanha e na Bélgica. Os eventos são altamente lucrativos para a Fifa.

O Tribunal Geral, o segundo de maior autoridade na União Europeia, também rejeitou um pedido semelhante da entidade que dirige o futebol europeu, a Uefa (União das Federações Europeias de Futebol), contra uma decisão de autoridades britânicas de permitir que emissoras transmitam as finais dos campeonatos europeus gratuitamente na TV aberta.

"Um país pode, em certas circunstâncias, proibir a transmissão exclusiva de todos os jogos da Copa do Mundo ou da Eurocopa na televisão paga, para permitir que o público em geral possa acompanhar esses eventos na televisão aberta", disse o tribunal.

Sob a diretriz da UE (União Europeia), os países-membros podem elaborar uma lista de eventos de interesse nacional que serão exibidos nos canais abertos, mesmo se os direitos de exclusividade já foram vendidos às emissoras de TV pagas.

Tais eventos incluem os Jogos Olímpicos, a Copa do Mundo de futebol, os campeonatos nacionais da Europa, a Eurocopa e o torneio de Wimbledon.