Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fifa nega intenção de mudar Copa 2022 para o inverno

Em comunicado oficial, entidade máxima do futebol disse que quaisquer mudanças no calendário devem partir da Federação do Catar

Gazeta Esportiva |

A Fifa foi na contramão do que seu presidente, Joseph Blatter, disse na semana passada e negou nesta quinta-feira que esteja analisando uma possível a antecipação da Copa do Mundo de 2022, que será realizada no Catar, para os meses de janeiro e fevereiro, no inverno local. Segundo comunicado oficial divulgado no site da entidade, qualquer iniciativa desse tipo terá que partir do próprio país-sede.

"Nesse momento não há planos concretos para mudar o calendário do futebol internacional. Qualquer mudança potencial para a Copa de 2022 do período de verão para o inverno terá que ser iniciado pela Associação de Futebol do Catar e terá que ser apresentado para o comitê executivo da Fifa", explicou a entidade.

undefined
Joseph Blatter havia afirmado que chances de Copa 2022 ser no inverno eram maiores que 50%
Dessa forma, a Fifa se exime de qualquer responsabilidade pela mudança, que vinha sendo pedida por vários ex-jogadores, como Franz Beckenbauer e Michel Platini. A reclamação deles é quanto ao forte calor nos meses de junho e julho no Catar. Nesse período, que é o habitual do Mundial, os termômetros chegam a passar dos 50ºC. Na última semana, em entrevista à CNN, Blatter afirmou que as chances do Mundial ter sua data alterada eram maiores que 50%.

Com a possibilidade de mudança nas mãos dos catarianos, é improvável que a Copa do Mundo mude de período. Isto porque o presidente da Confederação Asiática do Futebol, Mohammed Bin Hammam, que nasceu no país árabe, já declarou por diversas vezes a sua oposição a qualquer tipo de troca no calendário.

Leia tudo sobre: fifacatarcopa 2022comunicado oficial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG