Segundo Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, entidade não permitiu inscrição do ex-jogador no torneio

Pelé brinca com a taça da Copa Libertadores, conquistada pelo Santos em junho
Gazeta Press
Pelé brinca com a taça da Copa Libertadores, conquistada pelo Santos em junho
O presidente do Santos , Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, afirmou que a Fifa barrou a inscrição de Pelé no Mundial de clubes, em dezembro. O dirigente já havia anunciado que pretendia levar o “Rei do Futebol” como atleta do clube no torneio, apesar de Pelé negar e tratar o assunto como brincadeira.

“Foi a Fifa que não permitiu, por uma regra da entidade (que não permite que um atleta que não tenham contrato com o clube e não estejam inscritos na federação local dispute torneios oficiais). Espero que ele vá como torcedor, porque vai nos trazer sorte. Ele estava do meu lado no segundo gol do Santos na final de Libertadores”, afirmou o cartola, que esteve no lançamento de um livro em homenagem a Pelé.

VEJA TAMBÉM: Em clima de "stand-up", Pelé fala sobre sexo, Xuxa, Viagra e futebol

No evento, na noite de terça-feira, em São Paulo, o “Rei do Futebol” disse que a ideia era uma brincadeira de Luis Álvaro Ribeiro. “O presidente do Santos me colocou numa fria. Todo mundo fica perguntando onde eu vou jogar, por causa dessa brincadeira dele”, disse rindo.

Pelé não confirmou se irá ao Mundial de clubes, que acontece em dezembro. O Santos pretende levar o ex-camisa 10 e uma seleção de ex-jogadores notáveis para divulgar a marca do clube no Japão.

LEIA MAIS: Além de Pelé, Santos tentou trazer um japonês para disputar Mundial

“A gente tem que ter um respeito pelos adversários. Se fala muito de um jogo entre Santos e Barcelona , mas antes tem outra partida. Tem o exemplo do Inter (que foi eliminado na semifinal pelo Mazembe)”, disse Pelé. Apesar da cautela, ele apostou em uma vitória do Santos em uma provável final contra o Barcelona

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.