Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fifa assegura quatro vagas e meia para América do Sul na Copa de 2014

Entidade informou à Conmebol que continente mantém quatro vagas diretas e uma na repescagem, além do Brasil, classificado como o país-sede

Agência Estado |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861742588&_c_=MiGComponente_C

A Conmebol (Confederação Sul-Anericana de Futebol) revelou nesta terça-feira que a Fifa (Federação Internacional de Futebol Association) já assegurou a manutenção das vagas sul-americanas para a disputa da Copa do Mundo de 2014. Como será sede da competição, o Brasil poderia acabar ocupando um lugar que seria de outra seleção da América do Sul. Mas essa hipótese foi descartada.

Assim, segundo divulgou a Conmebol, a América do Sul continua classificando quatro seleções diretamente para a Copa, enquanto o quinto colocado das Eliminatórias ainda disputa a repescagem com um representante da Concacaf. Além disso, o Brasil entra no Mundial por ser o país-sede.

"O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse a Julio Grondona (presidente da Associação de Futebol da Argentina e um dos membros do Comitê Executivo da Fifa), um dos representantes da América do Sul na entidade, que em nenhum momento se falou da possibilidade de retirar uma vaga do nosso continente porque o Brasil será a sede da Copa", afirmou o secretário-geral da Conmebol, Eduardo Deluca, durante evento nesta terça-feira, em Assunção, no Paraguai.

O encontro entre Blatter e Grondona aconteceu na semana passada, na sede da Fifa, na Suíça, quando houve reunião do Comitê Executivo da entidade. Por isso, antes mesmo do anúncio oficial, a Conmebol já dá a decisão como certa, comemorando a manutenção das vagas do continente na Copa.

Na Copa na África do Sul, a América do Sul teve cinco seleções: Brasil, Argentina, Paraguai, Chile e Uruguai. Agora, com a decisão da Fifa de manter as vagas, os representantes sul-americanos no Mundial de 2014 podem chegar a seis, dependendo do resultado da repescagem contra a Concacaf.

Leia tudo sobre: copa 2014copa do mundofutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG