Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fifa ainda não permite que o Inter escale o atacante Cavenaghi

Sistema de registros interpreta que o jogador fez 3 transferências em uma temporada. Clube está tranquilo

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Gabriel Cardoso
Cavenaghi pode não enfrentar o Pelotas
O técnico Celso Roth revelou na entrevista coletiva desta sexta-feira que Cavenaghi ainda não está liberado para jogar. O que acontece é um erro de interpretação da Fifa quanto a transferência do jogador e por isto o Inter está esperando um último esclarecimento da entidade máxima do futebol para utilizar o atacante.

“Cavenaghi ainda não tem liberação total. Existe uma dúvida de transferência e a Fifa colocou um sinal amarelo. Este sinal amarelo fez com que o Inter mandasse explicações sobre a contratação do jogador. Ele está liberado, mas o Inter está mantendo uma cautela. Enquanto não tiver o sinal verde ele não ficará à disposição. Espero que se resolva logo”, explicou Celso Roth.

Na verdade, não existe nenhuma irregularidade na contratação do jogador, mas por estar emprestado ao Mallorca, ele teve que voltar ao Bordeuax para se transferir ao Inter, o que caracterizariam três trocas de time em uma temporada, o que não é permitido. Porém, o “retorno” ao clube francês tratou-se apenas de formalidade para que ele pudesse ter o empréstimo repassado ao time gaúcho. Esta foi a explicação enviada para a Fifa e o Inter aguarda apenas a resposta por email da entidade para ter certeza da liberação do argentino.

“Três transferências internacionais é o limite. A CBF não vê problema. Uma transferência foi meramente formal. Não tem nenhum antecedente neste caso que acarrete problema. Devemos receber até o fim da tarde o email da Fifa”, tranquilizou o vice de futebol Roberto Siegmann.

Caso Cavenaghi seja regularizado até sábado, ele fica à disposição para enfrentar o Pelotas no domingo, às 17 horas, pelo Campeonato Gaúcho. Se o Inter não receber o “sinal verde” ele não será relacionado e então o volante Bolatti ganhará a chance de ficar no banco de reservas. O time do Beira-Rio já começa a conviver com o problema de não poder usar os 4 argentinos no mesmo jogo. Como D´Alessandro e Guiñazu são titulares absolutos, sobra apenas uma vaga para “Cavegol” ou “El Gringo”.
 

Leia tudo sobre: InternacionalCavenaghiCelso Roth

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG