Fifa divulga datas da Copa do Mundo de 2014: começa em 12 de junho

Data marca estreia do Brasil no Mundial. Copa das Confederações será de 15 a 30 de junho de 2013 e pode ter de quatro a sete sedes

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro | 27/07/2011 13:09

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

A Fifa divulgou nesta quarta-feira as datas da Copa do Mundo de 2014 e da Copa das Confederações de 2013. O Mundial será realizado de 12 de junho, com a partida de abertura, a 13 de julho, com a final. Os locais das partidas e da cerimônia abertura serão anunciados somente após a reunião do comitê executivo da Fifa nos dias 20 e 21 de outubro, em Zurique, na Suíça, na sede da entidade. Curiosamente, a data de estreia do Brasil cai no dia dos namorados no país.

A Copa de 2006 começou no dia 9 de junho e terminou no dia 9 do mês seguinte. Em 2010, a competição foi de 11 de junho a 11 de julho. Se seguisse essa lógica, o primeiro jogo da seleção cairia numa sexta-feira 13, data que traz pavor aos supersticiosos. "Tem gente que prefere a sexta-feira 13, mas acho melhor os casais se abraçando", brincou Rodrigo Paiva, diretor de comunicação do COL.

Blatter se irritou com perguntas sobre denúncias de corrupção

A Copa das Confederações ocorrerá de 15 a 30 de junho de 2013, mas as sedes também só serão anunciadas em outubro. O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, em coletiva na Marina da Glória, no Rio, primeiro acenou com seis ou sete sedes para a competição. Depois, novamente indagado sobre o tema, abriu a possibilidade de haver entre quatro e sete sedes. As favoritas para receber a competição são o Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre. Fortaleza também pleiteia uma vaga.

Questionado sobre o preço dos ingressos, Valcke afirmou que primeiro é necessário saber quais estádios, de fato, estarão aptos a receber jogos da Copa. "Para falar de ingressos, tem de ter estádios, tem de decidir as cidades. Temos de definir quantos assentos por categoria de ingresso e outros detalhes. Haverá ingressos caros, os de categoria 1, mas não há porque a Copa do Brasil ter preços muito diferentes das demais".

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, elogiou a economia brasileira e mostrou confiança na realização de uma grande competição. "Ainda há trabalho a fazer. O governo, o ministro dos esportes e a presidente estão confiantes. Se olharmos agora a economia do Brasil, é a sétima maior do mundo, superando França e Reino Unido, e está caminhando para ser a quinta em 2020. Ouvi de um especialista que o Brasil foi um dos países que menos sentiu os efeitos da crise de 2008. Estou certo que teremos uma Copa do Mundo excepcional no país do futebol".

As principais preocupações da Fifa continuam a ser em relação aos aeroportos, mas Valcke afirmou estar mantendo contato direto com as cidades que receberão jogos para que não haja surpresas. "Os estádios estarão prontos até a Copa. Temos uma relação estreita com as cidades para garantir que aeroportos, estradas e outros fatores também estarão prontos. Será uma grande Copa do Mundo e esperamos que seja a melhor de todos os tempos".

 

Foto: Futura Press Ampliar

Secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, e presidente, Joseph Blatter, anunciam datas da Copa



O sorteio
Com 203 seleções inscritas, o sorteio das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014 deste sábado (15h, no Rio) será o maior de todos os tempos – para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, por exemplo, foram 200 participantes. Serão definidos os grupos para as eliminatórias na Europa, Ásia, Concacaf (Américas do Norte e Central), África e Oceania. A América do Sul manterá o formato turno e returno entre os nove participantes, classificando quatro diretamente e um para a repescagem – o Brasil, como país sede, já está classificado.

Na Europa são 53 participantes, que serão divididos em nove grupos, oito com seis seleções e um com cinco – sorteio que será feito sábado. A Fifa utiliza o seu ranking para definir os cabeças de chave e a distribuição das outras posições. São 13 vagas para a Copa 2014, portanto os campeões de cada chave se classificam automaticamente e os outros oito melhores segundos classificados jogam um playoff, em dois jogos, para definir os quatro últimos classificados.

Na Ásia, com 46 participantes, já estão ocorrendo jogos eliminatórias entre seleções com pior classificação no ranking Fifa. Dos duelos mata-mata, já com confrontos definidos, sobrarão 20 times, que serão divididos em cinco grupos de quatro – os campeões e vices de cada chave formam outros dois grupos, com os dois primeiros de cada um se classificando para a Copa. Os terceiros se enfrentam em um playoff para saber qual irá à repescagem.

A África, com 53 participantes, tem direito a cinco vagas diretas. As 24 piores seleções no ranking Fifa serão sorteadas neste sábado para confrontos mata-mata. Os 12 vencedores se juntam as outras 28 seleções, que são divididas em dez grupos de quatro - os campeões de cada chave disputam cinco mata-matas para definir aqueles que irão ao Mundial.

Na Concacaf, neste sábado serão sorteados seis grupos, com quatro equipes cada, que serão formados pelos ranqueados intermediários e por cinco seleções que já estão disputando um torneio eliminatório. Os vencedores das chaves se juntarão depois às seis seleções top (EUA, México, Honduras, Costas Rica, Jamaica e Cuba), em três grupos de quatro – os campeões de cada chave vão para a o Mundial e há um jogo playoff entre os dois melhores segundos para definir a seleção que vão à repescagem.

Para fechar o sorteio, a Oceania tem 11 concorrentes a uma vaga para repescagem. Os quatro piores no ranking disputam uma vaga para se juntar aos sete melhores, que serão divididos neste sábado em dois grupos de quatro. Os dois primeiros de cada um foram novo grupo de quatro, do qual sairá o campeão que jogará a repescagem.

 

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo