Grêmio aguarda para inscrever dois reforços. Inter sofre com o limite de três jogadores de fora do país

Francisco Noveletto, presidente da FGF (Federação Gaúcha de Futebol), encaminhou para a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) dois pedidos de Grêmio e Internacional : a antecipação da janela de transferências para o Campeonato Brasileiro de 2011 e um maior limite de jogadores estrangeiros.

A segunda medida favoreceria ao Inter , que tem quatro argentinos em seu elenco: D´Alessandro , Guiñazu , Bolatti e Cavenaghi . Atualmente só três podem jogar em cada partida. O pedido do presidente é que jogadores nascidos na América do Sul se tornem comunitários, assim como é feito pelo futebol europeu. No caso, Inter, Grêmio ou qualquer outro time não teriam limite de inscrição para jogadores nascidos no continente sul-americano. Um time poderia ser formado só por argentinos, outro por uruguaios, paraguaios, chilenos, colombianos....

“É assim na Europa. Um time na Alemanha pode ter 30 jogadores de outros países. Nós somos só 10 países na Conmebol. Seria muito mais fácil”, exemplificou o presidente ao iG .

A primeira medida favoreceria ao Grêmio , que já contratou o volante Gilberto Silva e o atacante Miralles . Pelo atual regulamento, ambos só poderiam participar do Brasileirão a partir de agosto. A ideia é repetir o que foi feito na temporada passada quando os clubes conseguiram a antecipação da janela de inscrições. Novelleto pediu que o período seja antecipado para junho e que esta data seja a oficial para o mercado nacional a partir de 2012.

Noveletto confia que a CBF antecipará a janela mais uma vez, assim como foi feito em 2010 , pois com o fim da temporada europeia os clubes encontram mais facilidade para repatriar atletas. A questão dos estrangeiros já é mais complexa. O pedido tem que ser repassado para a Conmebol, que abrirá um debate com as outras federações nacionais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.