Com troca de treinador, volante alia à função defensiva obrigação de atacar

Com Celso Roth, Fernando era apenas marcador no Grêmio
AE
Com Celso Roth, Fernando era apenas marcador no Grêmio
Fernando talvez seja o maior exemplo das mudanças Grêmio. Com Caio Júnior, o volante tem mais trabalho. A marcação continua sendo sua tarefa, mas agora ele também precisa atacar. É o responsável por iniciar a armação das jogadas. Tudo inspirado no Barcelona.

Mercado da Bola: fique por dentro das últimas negociações do futebol brasileiro

"Acho que até o goleiro sabe sair jogando lá. Quero é fazer isso, e tentar manter a mesma situação na seleção. Estou mais livre, gosto disso”, disse o jogador ao lembrar as convocações para as seleções de base.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Desde que foi contratado, Caio Júnior cita o time espanhol como exemplo. Defende o futebol com manutenção de posse de bola para evitar que o adversário jogue. Celso Roth, seu antecessor, defendia a defesa sem a bola.

“O Celso pedia para ficarmos atrás, protegendo a zaga. Já o Caio libera para chegar na frente e chutar. Vamos nos adaptando", completou o jogador.

O Grêmio faz neste sábado o segundo amistoso da temporada. Às 17h, o rival é o Flamengo, de Bento Gonçalves.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.