Tamanho do texto

Atacante Marcel diz que Vasco, embalado, vai atrás de campanha convincente no segundo turno estadual

O gol de Anderson, no segundo tempo, quebrou uma invencibilidade até então bastante comemorada pelo setor de defesa do Vasco . O goleiro Fernando Prass não sofria gol desde a derrota para o Flamengo, dia 30 de janeiro. Depois, vieram o empate em 0 a 0 com o Volta Redonda e as goleadas sobre Americano (3 a 0) e América (9 a 0). Na vitória de 6 a 1 sobre o Comercial-MS, na noite desta quarta-feira, pela estreia na Copa do Brasil, o gol de honra dos donos da casa não foi bem digerido.

“Foi bom o resultado? Foi. Mas o segundo tempo, na minha opinião, foi marcado por erros, mais do que podíamos”, lamentou Fernando Prass, completando: “Mas acaba sendo normal, pois o placar provocou um relaxamento na nossa equipe”.

Contrastando com o goleiro, Marcel era só alegria após a goleada. Autor de dois gols, o atacante chegou a seis na temporada – artilheiro isolado da equipe. Depois do bom início na Copa do Brasil, o jogador mira a Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O Vasco foi mal das pernas na Taça Guanabara, de maneira que o novo momento do time pode mudar o quadro na competição estadual.

“O jogo desta noite foi bom porque eliminamos a partida de volta. Nosso objetivo agora é começar bem também a Taça Rio. Precisamos mudar a imagem deixada no primeiro turno. O grupo hoje está jogando com alegria, está confiante. Temos chances de brigar pelo título”, reagiu Marcel.