Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Fernando Prass lamenta relaxamento da defesa no segundo tempo

Atacante Marcel diz que Vasco, embalado, vai atrás de campanha convincente no segundo turno estadual

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O gol de Anderson, no segundo tempo, quebrou uma invencibilidade até então bastante comemorada pelo setor de defesa do Vasco. O goleiro Fernando Prass não sofria gol desde a derrota para o Flamengo, dia 30 de janeiro. Depois, vieram o empate em 0 a 0 com o Volta Redonda e as goleadas sobre Americano (3 a 0) e América (9 a 0). Na vitória de 6 a 1 sobre o Comercial-MS, na noite desta quarta-feira, pela estreia na Copa do Brasil, o gol de honra dos donos da casa não foi bem digerido.

“Foi bom o resultado? Foi. Mas o segundo tempo, na minha opinião, foi marcado por erros, mais do que podíamos”, lamentou Fernando Prass, completando: “Mas acaba sendo normal, pois o placar provocou um relaxamento na nossa equipe”.

Contrastando com o goleiro, Marcel era só alegria após a goleada. Autor de dois gols, o atacante chegou a seis na temporada – artilheiro isolado da equipe. Depois do bom início na Copa do Brasil, o jogador mira a Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. O Vasco foi mal das pernas na Taça Guanabara, de maneira que o novo momento do time pode mudar o quadro na competição estadual.

“O jogo desta noite foi bom porque eliminamos a partida de volta. Nosso objetivo agora é começar bem também a Taça Rio. Precisamos mudar a imagem deixada no primeiro turno. O grupo hoje está jogando com alegria, está confiante. Temos chances de brigar pelo título”, reagiu Marcel.

 

Leia tudo sobre: Copa do Brasil 2011vasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG