Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ferguson revela que rejeitou o Arsenal meses antes de fechar com o Manchester

Técnico dirigia seleção escocesa em 1986 quando foi convidado para dirigir time londrino, rival do United

EFE |

O técnico Alex Ferguson revelou que esteve muito perto de assumir o comando do Arsenal em 1986, meses antes de assinar contrato com o Manchester United, clube para o qual trabalha até hoje, revelou o próprio treinador escocês a um encarte distribuído pelo Glasgow Rangers nesta terça-feira.

A proposta para dirigir os 'Gunners' chegou a Ferguson no começo de 1986, quando ele dirigia a seleção da Escócia, e sua ideia inicial foi aceitá-la e levar junto seu então assistente, Walter Smith, que atualmente treina o Rangers.

Ferguson fez a revelação para uma publicação produzida para ser entregue aos torcedores antes da partida entre a equipe de Glasgow e o Dundee United, a última em que Smith comandará o time jogando em casa, no estádio Ibrox Park.

"Recebi uma oferta de trabalho do Arsenal e queria levar Walter comigo. Pensei em sondá-lo quando estivéssemos com a seleção. Iríamos jogar em Israel, e eu não sabia que Walter tinha previsto assumir o Rangers naquele momento", lembrou o treinador do Manchester. "Disse a ele que tinham me oferecido a oportunidade de ir para o Arsenal e perguntei o que ele achava. Walter se mostrou favorável, dizendo que era um grande clube, esse tipo de coisas. Então perguntei: 'quer vir comigo?'. Neste momento, ele me soltou a bomba de que iria treinar o Rangers", completou.

Segundo Ferguson, o clube londrino queria uma resposta imediata, que ele não pôde dar porque iria para o México com a seleção escocesa para a Copa do Mundo daquele ano. "A situação relacionada ao Arsenal caiu por seu próprio peso. Walter foi para o Rangers, e, no final de ano, fui para o Manchester United", finalizou o técnico que mais anos seguidos treinou um clube da 'Premier League'.

Desde 1986, Ferguson, de 70 anos, conquistou com o Manchester 11 títulos do Campeonato Inglês, e está perto de chegar ao 12º, além de ter alcançado dois troféus da Liga dos Campeões, cinco da Copa da Inglaterra, três da Copa da Liga Inglesa, entre outros.

Leia tudo sobre: FUTEBOL mundialINGLATERRAmanchester unitedarsenal

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG