Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ferguson lamenta derrota da Inglaterra na disputa pela Copa de 2018

Técnico escocês citou os pontos fortes do país e classificou como insulto o fato dos ingleses terem recebido apenas dois votos a favor

Gazeta Esportiva |

O técnico Alex Ferguson, do Manchester United, não gostou da decisão da Fifa em dar à Rússia o direito de sediar a Copa do Mundo de 2018, em detrimento da Inglaterra, que também estava na disputa. Para o escocês, os ingleses tinham totais condições de receber o Mundial, algo que só aconteceu uma vez na história, em 1966.

"Eu achava que a Inglaterra tinha boas chances, porque a infraestrutura do país é boa. É fácil para viajar, os estádios são fantásticos e a Inglaterra tem o melhor campeonato da Europa, com um público muito grande", declarou o treinador.

Considerada favorita antes da votação do dia 2 de dezembro, em Zurique, a Inglaterra teve o pior desempenho entre as quatro candidaturas (Rússia, Espanha-Portugal e Bélgica-Holanda), com apenas dois votos em 22 possíveis. Para serem escolhidos, os russos tiveram 13 votos.

"É um insulto ter apenas dois votos, é uma grande decepção. Mas o que a Inglaterra precisa fazer agora é levantar a cabeça e saber que fez o melhor que era possível", aconselhou Ferguson.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG