Com até oito jogadores para serem chamados para a seleção inglesa, treinador criticou tratamento que entidade dá ao clube

selo

O técnico Alex Ferguson cobrou maior respeito da FA (Associação de Futebol da Inglaterra) ao Manchester United porque o atual campeão nacional fornece muitos jogadores para a seleção. Até oito atletas do United podem ser chamados para defender a Inglaterra nas partidas contra Bulgária e País de Gales, em setembro, pelas eliminatórias da Eurocopa de 2012. Para o treinador, isso deveria inspirar a gratidão da entidade.

Sem citar um incidente em particular, Ferguson criticou a FA pela forma como tem tratado sua equipe. "Estamos satisfeitos pelos jogadores porque eles merecem estar lá", disse. "A FA pode um dia perceber quem produziu mais jogadores para o seu país do que qualquer outro clube no mundo. Talvez eles fiquem satisfeitos com isso em algum momento de suas vidas e perceberão o quão importante somos para a Inglaterra".

David Beckham, Gary Neville, Paul Scholes, Rio Ferdinand e Wayne Rooney estão entre os jogadores do United que representaram recentemente a Inglaterra. Nenhum, porém, repetiu o sucesso do clube na seleção. Campeã mundial em 1966, a Inglaterra conseguiu depois disso avançar apenas até as semifinais na Copa de 1990 e nas edições de 1968 e 1996 da Eurocopa.

Ferguson não disse o que causou tamanho descontentamento, mas na última temporada ele reclamou por ter sido suspenso por cinco partidas após criticas um árbitro. Além disso, também criticou o gancho de dois jogos imposto a Rooney por falar palavrões em uma câmera de TV ao comemorar um gol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.