Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Feliz, Dagoberto explica declarações: "Fui mal interpretado"

Atacante disse ainda que estava pronto para enfrentar o Botafogo, mas foi liberado por opção do técnico Paulo César Carpegiani

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

A declaração que Dagoberto deu após a goleada sofrida diante do Corinthians causou bastante polêmica no São Paulo. Na ocasião, depois dos 5 a 0, o atacante disse que aquela era a realidade da equipe no momento. " Voltamos à nossa realidade . Não podemos iludir nosso torcedor", disse o camisa 25 na saída do campo. Nesta quinta, o jogador disse que foi mal interpretado e que não quis desmerecer o seu time.

Siga o iG São Paulo no Twitter

"Naquele dia eu falei que a realidade do futebol brasileiro é isso, que você vai ganhar, vai perder. Nós vinhamos de cinco jogos sem perder e estavamos fora da realidade. Jamais falei do resultado de 5 a 0, alguns não entenderam isso. Fui mal interpretado. Eu sinto que quando eu falo alguma coisa, é interpretado de uma maneira totalmente errada. Fiquei surpreso com a repercussão que teve. Eu sei o que eu falei, sou homem para vir aqui e assumir", disse Dagoberto.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

"Eu não falei com maldade. Todas as coisas que acontecem eu sou o primeiro a falar nas horas ruins. Você às vezes tem que omitir algum assunto para agradar beltrano ou ciclano. Sempre deixei claro a grandeza que é esse clube. Nós perdemos duas seguidas e a melhor coisa é buscar uma vitória rápido", completou o atacante, já projetando o duelo de quarta-feira que vem contra o Flamengo, no Rio de Janeiro.

Vipcomm
Dagoberto, atacante do São Paulo
Sobre a sua ausência no jogo contra o Botafogo, que terminou com derrota são-paulina por 2 a 0, o atleta disse que já estava preparado para se concentrar e ir para o jogo, mas que, em conversa individual com Paulo César Carpegiani, o comandante preferiu liberá-lo para cuidar do seu filho recém-nascido.

"Eu estava com minha roupa de concentração e me liberaram. O Paulo me liberou e ele pode responder melhor. Ele me disse que era pelo meu filho. Disse que era um momento único na minha vida, mas que estava me liberando. E eu obedeço ordens. Até fiquei surpreso", revelou Dagoberto.

Feliz com o nascimento de Matheus, seu segundo filho, o jogador disse que já está calejado com as polêmicas no futebol e que não precisa dar satisfações a ninguém. "Estou muito tranquilo e feliz com tudo que tem acontecido na minha vida, meu filhão nasceu. Eu poderia falar de outra coisa em vez de falar de uma coisa tão simples. Estou há muito tempo no futebol e não tenho que dar respostas para ninguém", admitiu.

Com sua situação indefinida dentro do clube - o contrato vai até abril de 2012 -, Dagoberto se mostrou satisfeito com o interesse do Inter em contar com seu futebol, mas reiterou que está contente no São Paulo. Porém, o jogador avisou que pode ter pessoas dentro do clube que não queriam sua permanência no São Paulo, mas não sabem quem é essa pessoa.

"Pode ter sim. Como existem pessoas que gostam de você, tem pessoas que não gostam. Sou um profissional, é assim. Tem gente que gosta do meu estilo de jogo e tem outros que não. E essas que não gostam podem fazer alguma coisa para ver você fora do clube. Ainda não encontrei e talvez não vá encontrar, tenho mais nove meses, talvez 10 meses de contrato. Quem sabe até lá eu encontre", finalizou.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Dagoberto

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG