Meia do Vasco avisa que time vai para a confusão em jogo da Libertadores em caso de provocação adversária

O meia Felipe não descarta batalha contra o Libertad
Gazeta Press
O meia Felipe não descarta batalha contra o Libertad
O jogo desta quarta-feira contra o Libertad, pela Taça Libertadores , em São Januário, terá um ar de revanche por causa da catimba que começou semana passada, no Paraguai. O meia Diego Souza , expulso nesta partida, é um dos reflexos do mal-estar criado naquele compromisso. Assim, a expectativa é que no Rio os jogadores do time paraguaio adotem a tática da provocação. O meia Felipe já está de sobreaviso. O camisa 6 do Vasco dá o seu recado: quer jogar na bola, mas não descarta a possibilidade de nova batalha.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Vamos conversar sobre catimba na concentração, mas temos que pensar em ganhar só na bola. Depois do jogo, se tiver confusão, nós vamos para a confusão. Por enquanto, teremos que pensar em jogar só na bola", advertiu o meia.

Leia também:  Cristóvão testa Vasco para joga de quarta pela Libertadores

Além do espírito pronto para novo confronto, Felipe também não mediu as palavras ao comentar sobre a arbitragem. O meia alega que não há proteção para os times brasileiros em competições sul-americanas.

Veja ainda:  Após derrota, Vasco volta as atenções para a Libertadores

"O quarto árbitro (no jogo de ida) é paraguaio. Na dúvida, ele faz vista grossa a favor do paraguaio. Aqui, o quarto árbitro é brasileiro, mas aqui eles ficam felizes em ver a derrota das equipes brasileiras. Não sei o motivo. Mas parece que eles torcem contra a gente. Então, por isso mais uma vez eu digo que precisamos pensar em jogar só na bola".

E mais:  Meia-atacante Bernardo deixa o Vasco para jogar no Santos

O Vasco está com quatro pontos e ocupa a vice-liderança do Grupo 5 da Libertadores.

mkdmkld

Ajude a aumentar a torcida virtual do Vasco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.