Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipe Melo se desculpa após agressão e revela perdão

Volante brasileiro do Galatasaray deu um soco no companheiro Albert Riera, mas diz já ter sido perdoado

AE |

selo

Reprodução
Riera apresentou hematoma após soco de Felipe Melo
Depois de agredir um companheiro de Galatasaray, o espanhol Albert Riera, durante um treino na última quinta-feira, o brasileiro Felipe Melo afirmou, em entrevista publicada nesta quarta pelo site oficial do clube, que pediu desculpas pela sua atitude, que fez as pazes com o atleta do time turco e prometeu não repetir nunca mais uma atitude como essa em sua carreira.

Leia também: Felipe Melo manda companheiro para o hospital após briga em treino

O volante, que foi titular da seleção brasileira comandada por Dunga na Copa do Mundo de 2010 e acabou expulso por pisar em Robben na derrota por 2 a 1 para a Holanda nas quartas de final, ressaltou que pela primeira vez agrediu um companheiro de time e garantiu que este será o seu último episódio polêmico nos gramados.

Confira ainda: Técnico diz que Felipe Melo deu soco em Albert Riera

"Pela primeira vez uma coisa como essa aconteceu na minha carreira, infelizmente, mas eu quero especificar que foi a primeira e última vez. Eu falei com o meu amigo Albert Riera, pedi desculpas e ele aceitou", afirmou Melo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O jogador chegou a negar inicialmente a agressão a Riera, mas o técnico do Galatasaray, Fatih Terim, confirmou na última sexta que ela ocorreu. Segundo o comandante, os dois jogadores se desentenderam durante o treino de quinta e foram mandados aos vestiários pelo treinador. Em seguida, ambos seguiram discutindo no local e Melo acertou um soco no rosto do espanhol, abrindo o supercílio do seu companheiro.

E mais: Em entrevista ao iG, Felipe Melo se disse "mais maduro e seguro"

Getty Images
Felipe Melo atua pelo Galatasaray, mas ainda está vinculado à Juventus
Após o episódio, Reina foi levado sangrando a um hospital de Istambul, onde teve o corte no supercílio fechado. O Galatasaray puniu os dois atletas pelo ocorrido, mas não divulgou os termos na penalidade. Por causa da briga, o brasileiro e o espanhol ficaram fora da partida do último domingo, contra Manisaspor, pelo Campeonato Turco.

Felipe Melo está atuando pelo Galatasaray após ter sido emprestado pela Juventus, da Itália. Na Turquia, o brasileiro conseguiu se destacar, passou a vestir a camisa 10 da equipe e já marcou 10 gols nesta edição da competição nacional. Por causa disso, o clube vinha lutando pela permanência do atleta após o final do contrato de empréstimo, mas o futuro do volante ficou indefinido depois do episódio da última quinta, embora ele já tenha sido perdoado por Fatih Terim e por Riera.

O jogador, porém, diz que segue com bom clima para seguir defendendo o Galatasaray após protagonizar o ato que qualificou como "lamentável" e "extremamente triste". "Eu tenho que dizer algo muito, muito importante. O Galatasaray é um time que demonstrou que somos uma família forte aqui. Os meus amigos nacionais e estrangeiros vieram me apoiar", disse o jogador, enfatizando que esse apoio o fará atuar "ainda mais motivado" na fase final do Campeonato Turco, para qual a sua equipe já garantiu classificação por antecipação.

Leia tudo sobre: futebol mundialturquiagalatasarayfelipe melo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG