Tamanho do texto

Volante, de apenas 20 anos, vira intocável em São Januário. Jovem é o queridinho de Ricardo Gomes

Sabe aquele carregador de piano indispensável em grandes clubes? No Vasco , o nome da fera é Rômulo . Revelado pelo Porto-PE, o volante, de apenas 20 anos, virou aquela espécie de cão de guarda de Ricardo Gomes. Em meio a craques badalados e milionários, o discreto jogador é hoje intocável na cabeça de área. O experiente Eduardo Costa – com passagem pela seleção brasileira de Luiz Felipe Scolari– e o versátil Fellipe Bastos vivem brigando pela posição. Rômulo, ali quietinho, nem toma conhecimento da concorrência.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Rômulo é o queridinho de Ricardo Gomes
Maurício Val / Fotocom.net
Rômulo é o queridinho de Ricardo Gomes
Seria exagero afirmar que o Vasco é Rômulo e mais dez. Afinal, o time tem nomes como Fernando Prass , Dedé , Diego Souza e Felipe . Mas o volante tem vaga cativa entre os titulares e, julgar pelos elogios dos companheiros, vive a iminência de uma carreira de sucesso em São Januário.

O maestro Felipe o compara a Willians , do Flamengo . O estilo sóbrio e a facilidade em roubar bolas dos adversários são características nobres do camisa 37. O líder vascaíno vai além: diz que Rômulo, apesar de jovem, já é uma realidade e o considera o jogador mais importante do Vasco.

“Tem tudo para ser uma referência para a torcida e ser um grande jogador. Sua função ali atrás é perfeita. Com ele, os zagueiros se sentem seguros. Ele tem uma importância muito grande. É o mais importante da equipe”, discursa Felipe.

O técnico Ricardo Gomes faz coro. Desde o lançou na equipe, assim que chegou ao Vasco, em fevereiro, o treinador tem contribuído para que todas estas previsões se concretizem. Rômulo chegou ao clube em 2010, ganhou notoriedade na Colina somente este ano e, pela pouca idade, tem muito a evoluir ainda. É com este pensamento que Ricardo Gomes insistia no jogador . Hoje, o comandante vascaíno conta que não errou na escolha.

“Ele é muito jovem. Na proporção que for ganhando confiança e condicionamento, vai correr mais do que corre hoje. Não tenho dúvida que Rômulo será ídolo da torcida. O que ele corre é brincadeira”, destacou Ricardo Gomes.