Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipe critica vaias e xingamentos da torcida do Vasco

Meia ironiza postura do torcedor: "Aplaudir quando o time está vencendo é mole. A gente precisa de apoio nas horas difíceis"

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

A torcida do Vasco esteve impaciente neste sábado. A vitória suada sobre a Cabofriense (2 a 1), em São Januário, levou os torcedores a vaiarem jogadores e até o técnico Ricardo Gomes. O meia Felipe abriu a entrevista coletiva advertindo a postura dos vascaínos. O jogador pediu mais paciência nos momentos adversos e foi enfático ao dizer que não gostou de ter ouvido vaias e xingamentos já no primeiro tempo.

null"Eles me vaiaram, vaiaram o Eder, vaiaram o Allan, xingaram o Ricardo (Gomes). Venho aqui pedir à torcida que nos apoie. No momento que a gente mais precisava, ela não nos ajudou. Aplaudir quando o time está ganhando é mole. O que queremos é de incentivo nas horas difíceis. Hoje, já estavam vaiando no primeiro tempo", desabafou o meia.

Xingado de burro, o Ricardo Gomes minimizou o mal-estar com a torcida. Disse se tratar de fato recorrente no futebol. "Isso é normal, pois a torcida estava querendo a classificação dentro de casa", respondeu o treinador. Sobre a posicionamento de Felipe, Gomes entende que o camisa 6, por ser o jogador com mais história no Vasco, teve a iniciativa de defender os mais jovens.

"O Felipe foi formado no Vasco, a cultura dele futebolística é vascaína e ele só está defendendo o grupo, pois são jogadores jovens. Esse desabafo é de quem conhece a casa. Ele quis defender o Allan, por exemplo, que é jovem e joga improvisado. Felipe sabe o que estava fazendo", comentou Ricardo Gomes.

Leia tudo sobre: vascofelipericardo gomescampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG