Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipe confirma perda do terço da sorte na eliminação do Flamengo

Goleiro deixou o objeto cair no gramado durante o intervalo do empate em 2 a 2 com o Ceará, em Fortaleza

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Vipcomm
Felipe defende um pênalti na campanha do título carioca
Além da eliminação do Flamengo da Copa do Brasil, o goleiro Felipe saiu de campo lamentando ainda a perda do terço que o acompanhava havia seis anos. Durante a confusão no intervalo do empate em 2 a 2 com o Ceará, ele o deixou cair e não conseguiu encontrá-lo, mesmo com a ajuda de outros jogadores.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

Agora, Felipe vai tentar conseguir outro em Aparecida do Norte ou mandar um ao local para ser abençoado. A expectativa do goleiro é de que consiga fazer isso antes da estreia do Flamengo no Campeonato Brasileiro, dia 21, contra o Avaí, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé.

“Espero ter a mesma sorte que tive com ele. Antes de começar o segundo tempo, ainda fiquei cinco minutos procurando, mas não achei”, lamentou Felipe. “Se o policial fosse sempre assim, seria bom. Ele deveria ter a mesma atitude para prender ladrão na rua que tem com jogador de futebol”.

Quando Felipe perdeu o terço, o jogo já estava empatado em 2 a 2. Como perdeu o jogo de ida por 2 a 1, o Flamengo acabou eliminado. O goleiro colocava o objeto dentro do gol que defendia durante as partidas, mas, apesar de sua fé, não considera a sua perda o motivo da eliminação.

“Se fosse assim, todo atleta teria que andar com um no jogo. Isso é uma coisa minha”, disse Felipe, que segurava firme o terço durante a disputa por pênaltis com Fluminense, Botafogo e Vasco na campanha do título carioca invicto.

Leia tudo sobre: FlamengoCopa do Brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG