Punição, no entanto, só será cumprida em 2012, durante as rodadas inicias do Paulistão

O técnico Luiz Felipe Scolari não escapou da punição de seis jogos referente ao confuso clássico entre Palmeiras e Corinthians , pela semifinal do Campeonato Paulista, e as críticas contra o árbitro Paulo César de Oliveira. No recurso julgado nesta segunda-feira no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) da FPF (Federação Paulista de Futebol), o treinador viu a redução apenas da multa: de R$ 40 mil para R$ 20 mil - o gancho acabou mantido.

De qualquer forma, Felipão não corre o risco de ficar fora do banco palmeirense no Campeonato Brasileiro. A punição será cumprida apenas na edição 2012 do Campeonato Paulista.

Ainda por cima, o departamento jurídico do Palmeiras tem a chance de converter a pena em serviços comunitários. A mesma ação foi feita na temporada 2009, quando o meia Diego Souza aplicou uma rasteira no zagueiro Domingos no clássico contra o Santos e chegou a levar uma suspensão de oito partidas.

A decisão desta segunda-feira do pleno do TJD foi por maioria de votos (4 a 2). Entre os que diminuíram a suspensão de Felipão, destaque para o auditor Wladimir Cassani, que confessou ser palmeirense, mas prometeu votar de acordo com o que fosse justo.

Para ele, Felipão não merecia qualquer tipo de punição, apenas uma multa de R$ 2 mil, enquanto Paulo César de Oliveira deveria levar um gancho pela atuação no clássico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.