Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Felipão se cala e Palmeiras reclama de arbitragem no clássico

Técnico não concedeu a entrevista protocolar e clube fará representação na Federação Paulista

iG São Paulo |

As reclamações do Palmeiras contra a arbitragem do Campeonato Paulista ganharam um reforço neste domingo. Após o clássico contra o São Paulo em Presidente Prudente, terminado em 3 a 3 , o técnico Luiz Felipe Scolari se recusou a conceder entrevistas por estar descontente com o pênalti que deu ao São Paulo seu segundo na partida. Para representar o clube, o gerente César Sampaio foi quem atendeu a imprensa.

Veja a classificação completa e os próximos do seu time no Campeonato Paulista

Sampaio disse que Wilson Seneme não utilizou os mesmos critérios durante a partida e que a falta do pênalti a favor do São Paulo, em lance em que Cicinho colocou o braço no peito de Cortez dentro da área, foi idêntico ao que Fernandinho, do São Paulo, fora da área, fez contra Marcos Assunção na jogada que originou o terceiro gol do time do Morumbi.

Leia também: Palmeiras irá inscrever Wesley e espera ajuda da torcida com arrecadação

"O problema foram os critérios. No pênalti do Cicinho e no gol do Fernandinho eles escoram com a mão. Foi assim com o Marcos Assunção e com o Cortez também. Nós só queremos que os critérios possam ser usados da mesma forma. Mesmo peso e mesma medida", disse Sampaio.

E mais: Fernandinho comemora determinação do time e Lucas vê empate justo

O gerente de futebol lembrou da lista de pênaltis contra o Palmeiras neste Paulistão. Em levantamento feito pelo clube, nenhuma outra equipe teve tantos pênaltis anotados contra como o Palmeiras. "Somos uma das equipes que mais cometem, ou que apitam contra nós. Fica difícil para gente. Fora isso foi um grande jogo. Quem compareceu ficou feliz", disse Sampaio. O gerente ira até a Federação Paulista nesta semana para discutir este problema com a comissão de arbitragem.

Confira ainda: Após liberação, Andrés avisa que São Paulo "gastou um cartucho"

"Vamos analisar agora. Nós temos os vídeos, aquilo que eu particularmente vi de cima [no estádio], temos vídeos para confirmar. É legal porque o coronel Marinho [presidente da comissão de arbitragem do Paulista], a Federação em geral, se coloca à disposição para tirarmos qualquer dúvida. Vamos fazer isso para contribuir que a qualidade do espetáculo aumente ainda mais, e esses erros não influenciem diretamente nos resultados", completou.

Na sexta-feira, o clube divulgou uma lista na Academia de Futebol com a relação de pênaltis a favor e contra os 20 times deste Paulista. Na visão dos palmeirenses, o clube é um dos prejudicados pela arbitragem neste início de competição, pelo baixo número de pênaltis dados em seu favor - apenas um - em oposição aos quatro assinalados contra.

Leia tudo sobre: palmeirassão paulopaulistão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG